Siga o OTD

Pan 2019

Beatriz Ferreira conquista a medalha de ouro no Boxe

Brasileira domina a luta desde o início e vence por decisão unânime a argentina Dayana Sanchez. Hebert Conceição fica com a prata nos Jogos Pan-Americanos

Jonne Roriz/COB

No segundo dia de finais do boxe nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019, o Brasil subiu ao ringue duas vezes nesta sexta-feira (02). Beatriz Ferreira conquistou a medalha de ouro, na categoria até 60kg, e fez história a se tornar a primeira mulher do boxe brasileira a conquistar um ouro em edição de Jogos Pan-Americanos. Já Hebert Conceição acabou ficando com a medalha de prata na categoria até 75kg.

Dominante desde o início, Beatriz Ferreira não deu chances para sua adversária. Se impondo desde o início, a brasileira tomou o centro do ringue e controlou a luta. Conseguindo encaixar boas sequências, Bia soube castigar o rosto e tronco de Dayana Sanchez no primeiro round.

No restante do duelo, a representante do Brasil alternou momentos de ataque, em que desferia alguns golpes contra o corpo de sua adversária, e em que preferia esperar e trabalhar seu jogo a partir da esquiva. Com essa estratégia, a brasileira seguiu dominando e, apesar da tentativa de reação da pugilista da Argentina no último round, foi só questão de tempo para que o ouro viesse, por decisão unânime.

“Sensação de dever cumprido. Missão dada e missão cumprindo. Respeitei a estratégia e consegui o ouro”, disse Beatriz Ferreira.

Abrindo a participação brasileira no dia, Hebert Conceição teve um duelo complicado pela frente. O atleta enfrentou o cubano Arlen López, que é o atual campeão olímpico, medalhista mundial e dono da medalha de ouro na última edição dos Jogos Pan-Americanos, em Toronto 2015. No primeiro round, os dois pugilistas passaram uma parte do tempo se estudando e alternando investidas ao ataque e movimentos de esquiva, com o representante de Cuba conseguindo ser mais certeiro nos golpes.

No segundo round, os dois pugilistas acabaram fazendo um duelo mais equilibrado e amarrado, sem que nenhum dos dois encaixasse sequência de golpes. Na reta final, Arlen López partiu para o ataque e acabou castigando um pouco o corpo de Hebert Conceição. Nos três minutos finais, o brasileiro acabou indo para cima de seu adversário que controlou o duelo em um primeiro momento e partiu para a trocação na reta final.

Ao fim do combate, os dois atletas foram aplaudidos de pé por todos os presentes no Complexo Desportivo de Callao, em Lima, e os juízes anunciaram a vitória de Arlen López, por 5 a 0, deixando Hebert Conceição com a prata.

Mais em Pan 2019