Siga o OTD

Basquete

De volta à seleção, Georginho se diz mais maduro e preparado

Georginho fez a melhor temporada de sua carreira com a camisa do São Paulo e garante que estará ainda melhor em 2021

Georginho Brasil Seleção Brasileira Basquete Tóquio
Geroginho disputou dois jogos pela seleção brasileira em fevereiro de 2020 pela AmeriCup (FIBA Américas/Divulgação)

O armador Georginho apareceu com destaque no cenário nacional em 2016/17, quando, com apenas 20 anos, ajudou o Paulistano, seu clube na época, a chegar à final do NBB e ficar com o vice-campeonato. Em 2019, ele assinou com o São Paulo e teve a melhor temporada de sua carreira, o que lhe rendeu a volta à seleção brasileira na fase decisiva da preparação do Brasil na busca por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

+ Aline Silva solta a voz e reclama do machismo na modalidade

Em fevereiro, Georginho fez dois jogos contra o Uruguai, pelas eliminatórias da AmeriCup. Em entrevista exclusiva ao Olimpíada Todo Dia, o armador, que completou 24 anos neste domingo (24), fez uma análise de seu ano com a camisa do São Paulo em comparação com os anteriores.

“Eu fiquei mais maduro em relação ao jogo e tive mais confiança em fazer coisas que eu já sabia e aperfeiçoei durante as férias. Tive companheiros de time que naturalmente fizeram elevar meu nível técnico e, o mais importante, tive a confiança de toda a comissão técnica e jogadores na minha capacidade”, afirmou Georginho.

Aprendizado nos Estados Unidos

Georginho Brasil Seleção Brasileira Basquete Tóquio
Georginho passou um ano na Liga de Desenvolvimento da NBA (FIBA Américas/Divulgação)

Georginho atuou pelo Brasil no começo do ciclo para os Jogos de Tóquio, que mudaram de 2020 para 2021. Depois disso, o armador ficou um período ausente e não participou da Copa do Mundo da China, em 2019. Em 2017, o atleta deixou o país e foi jogar nos Estados Unidos, na Summer League, torneio de pré-temporada da NBA, quando defendeu o Houston Rockets.

+ Imperador romano acabou com Jogos Olímpicos na Grécia Antiga

Sem espaço nos Rockets, Georginho atuou no Rio Grande Valley Vipers, do Texas, na NBA G League, clube vinculado ao Houston e que disputa a liga de desenvolvimento. Apesar do pouco tempo, o jogador aprendeu e mostrou evolução em sua volta ao Brasil. No São Paulo, ele quebrou o recorde de triplos-duplos do NBB, marcando em cinco ocasiões dois dígitos em três fundamentos

“Fiquei por um ano na G League com poucos minutos de quadra, mas muita experiência e treinos intensos. Conheci novas metodologias de trabalho e outra forma de jogar basquete. Não era o momento certo para seguir por lá, então decidi voltar e me consolidar e ganhar respeito no Brasil”, declarou Georginho.

Primeira convocação com Petrovic

Georginho Brasil Seleção Brasileira Basquete Tóquio
Georginho defendeu a seleção brasileira na AmeriCup de 2017 (FIBA Américas/Divulgação)

O Brasil disputou dois jogos contra o Uruguai no final de fevereiro pelas eliminatórias da AmeriCup. Na primeira partida, em São José dos Pinhais, a seleção brasileira venceu por 83 a 72. Na sequência, em Montevidéu, Georginho e seus companheiros ganharam por 83 a 76, com o armador do São Paulo terminando como cestinha com 18 pontos. Foi sua primeira convocação com o técnico Aleksandar Petrovic.

+ Bia Haddad celebra fim da suspensão por doping: ‘partiu circuito’

Georginho admitiu na época que ficou um pouco nervoso na primeira partida por ter sido sua primeira convocação com o treinador croata. O retorno aconteceu às vésperas dos Jogos de Tóquio, porém, a competição precisou ser adiada para o ano que vem devido à pandemia de coronavírus que se alastrou pelo mundo. O armador já se sentia preparado e garante que estará mais ainda em 2021.

“O adiamento de todos os campeonatos foi bom para quem não se sentia preparado agora. Estou em um momento muito bom da minha carreira e já me sinto preparado e, com mais um ano de trabalho, vou estar ainda mais”, disse Georginho, que pretende representar o Brasil no Pré-Olímpico. “Será uma consequência de um bom ano de trabalho no clube. Essa será a meta por enquanto”, concluiu o armador.

Novas datas do Pré-Olímpico

Georginho Brasil Seleção Brasileira Basquete Tóquio
Georginho em treino com a seleção brasileira comandada por Petrovic (CBB/Divulgação)

A FIBA (Federação Internacional de Basquete) divulgou no início de abril as novas datas do Pré-Olímpico de basquete. Sendo assim, a janela para a disputa será entre os dias 22 de junho a 4 de julho de 2021. A entidade também deixou claro que precisa da aprovação do COI (Comitê Olímpico Internacional) para confirmar o calendário.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

A seleção brasileira foi sorteada para realizar seus jogos na sede de Split, na Croácia, no grupo B da mini-chave, ao lado da Tunísia e dos anfitriões. No outro grupo da mini-chave estão Alemanha, México e Rússia. Os dois melhores avançam para as semifinais, sendo que apenas o campeão conquista uma vaga na Olimpíada de Tóquio.

Ver essa foto no Instagram

🥶🥶🥶

Uma publicação compartilhada por George de Paula (@georgelucas14) em

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Basquete