Siga o OTD

Guto e Arthur Mariano campeões da sétima etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia

Vôlei de Praia

Guto e Arthur Mariano aproveitam ausência de favoritos e são campeões

Guto e Arthur Mariano derrotaram Renato e Adrielson na final da sétima etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia em Saquarema

Guto e Arthur Mariano conquistam o primeiro título juntos (Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

Guto e Arthur Mariano aproveitam ausência de favoritos e são campeões

Em seis etapas do Circuito Brasileiro de vôlei de praia masculino, três foram vencidas pelos líderes André e George, enquanto as outras foram divididas pelas duplas classificadas para os Jogos Olímpicos com dois títulos para Alison e Álvaro Filho e um para Bruno Schmidt e Evandro. Nenhuma das três duplas, no entanto, esteve presente na sétima etapa, disputada esta semana em Saquarema. Quem aproveitou as ausências foram Guto e Arthur Mariano, que venceram Renato Andrew e Adrielson na final por 21/15, 14/21 e 15/13.

Donos de 13 dos 18 lugares no pódio até então, os favoritos ficaram de fora por motivos diferentes. Alison e Álvaro Filho não jogaram porque o primeiro foi acompanhar o nascimento da filha Catarina. Já a covid-19 tirou as outras duas duplas. Bruno Schmidt chegou a ficar quatro dias internado na UTI na última semana e, por conta disso, não pôde participar ao lado de Evandro. Já André e George testaram positivo na chegada a Saquarema e foram impedidos de competir.

Com as ausências, a decisão do título da sétima etapa ficou entre as duplas que conquistaram os pódios restantes do circuito até então. Guto e Arthur Mariano foram três vezes vice-campeões, perdendo as finais da primeira e da sexta etapa para André e George e da terceira para Alison e Álvaro Filho. Já Renato Andrew e Adrielson ficaram em terceiro na abertura da temporada e na última etapa.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

O título da sétima etapa então ficou para quem mais tinha estado perto dele. Depois de três vice-campeonatos, Guto e Arthur Mariano conquistaram o primeiro título deles na temporada. No primeiro set, eles conseguiram abrir boa vantagem para vencer por 21 a 15. No segundo, Adrielson e Renato Andrew deram o troco por 21 a 14 e levaram a decisão para o tie-break.

No desempate, valeu a maior experiência de Guto e Arthur Mariano, que começaram o tie-break melhor do que os adversários e chegaram a 14 a 9, mas Adrielson e Renato Andrew venderam caro, salvaram quatro match points, mas acabaram perdendo por 15 a 13.

A vitória rendeu a Guto e Arthur Mariano mais 400 pontos no ranking, e agora eles estão em segundo na corrida pelo título, com 2160 pontos, mesma quantidade de André e George (ES/PB), que estão em primeiro por terem vencido mais torneios. A prata deste domingo deixou Adrielson e Renato Andrew (PR/PB) na terceira colocação, com 1980.

O ouro alcançado ao lado de Arthur Mariano é o quinto da carreira de Guto em eventos de Open do Circuito Brasileiro. O defensor, de 28 anos, destacou o entrosamento com o parceiro de equipe.

“Mais uma vez o Arthur foi muito importante, me ajudando muito a todo o momento. Esse campeonato foi de superação, a gente tentou não passar para ninguém o que estávamos sentindo, e seguimos em frente. Este jogo eu já sabia que seria disputadíssimo, com dois times que se conhecem muito. Agora a gente quer aproveitar, e curtir o ouro que demorou um pouco, mas veio”,  

Arthur Mariano estreia no lugar mais alto do pódio depois de três pratas com Guto, e outras duas com Adrielson, na temporada anterior. O jogador, de 23 anos, agradeceu a torcida dos familiares, e elogiou a força do parceiro.

“Agradeço muito pela torcida da minha família e amigos. Esse torneio foi de muita superação. O Guto sentiu-se mal em um jogo, e ainda assim jogou demais. Nós já tínhamos chegado tão perto de um título outras vezes e deixamos escapar, agora ter essa sensação de conquista é muito boa”, falou Arthur.

Na disputa pelo terceiro lugar, Maia e Vinícius Cardozo ficaram com a terceira colocação ao vencer Vinícius Freitas e Vitor Felipe em sets diretos com parciais de 21/13 e 21/18.

Mais em Vôlei de Praia