Siga o OTD

Fernanda Garay Campeã Olímpica Quarentena

Tóquio 2020

Fernanda Garay quer ir para Olimpíada, mas vai parar depois para ser mãe

Fernanda Garay anunciou que vai se apresentar à seleção para buscar a vaga na Olimpíada, mas, depois de Tóquio, vai parar para tentar ser mãe

(Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

Fernanda Garay quer ir para Olimpíada, mas vai parar depois para ser mãe

Ela quer Tóquio! Em coletiva na manhã desta segunda-feira (12), Fernanda Garay informou que não renovará seu contrato com o Praia Clube para a temporada 2020/2021 e terá um período para se dedicar a família e tentar ser mãe. “Vou buscar minha vaga em Tóquio, farei o possível para estar nos Jogos Olímpicos e tirarei esse tempo depois “.

@otd_oficial

#FernandaGaray quer ir para Olimpíada, mas anuncia que vai parar depois para ser mãe preparaçãoolímpica #Tóquio2020 #JogosOlímpicos #volei

♬ som original – Olimpíada Todo Dia

“Após alguns dias pensando e algumas noites em claro, decidi que era o momento. Eu não estou grávida, mas decidi não renovar o contrato com o Praia Clube e vou parar um período da minha vida para me dedicar para a minha família e para realizar o meu sonho de ser mãe. Agradeço a todos que fizeram parte desta minha trajetória”, comentou a atleta.

-Após ciclo inconstante, Thiagus Petrus quer Brasil entre os oito na Olimpíada

Visivelmente emocionada, Fernanda Garay comentou sobre toda sua trajetória na equipe mineira e em diversas partes do mundo. Sobre os Jogos Olímpicos de Tóquio, a ponteira foi direta. “Fico muito feliz e emocionada com a convocação para a seleção brasileira. Sei que não tive a melhor temporada possível, mas vou me dedicar ao máximo, vou dar o meu melhor para estar em Tóquio, nessa que vai ser minha última chance”.

fernanda-garay-medalha-de-ouro-londres-2012
Divulgação COB

Diferente do que aconteceu em Londres-2012, quando fez o ponto da medalha de ouro, Fernanda Garay é uma das referências da seleção brasileira, pelo que já apresentou com a camisa amarela. Para Tóquio, a ponteira sabe que será difícil, mas acredita no potencial do grupo de José Roberto Guimarães.

“O vôlei é um esporte coletivo, não é só a Garay ou qualquer outra atleta. Sei da minha importância e penso que o nosso grupo é muito bom. Vamos trabalhar e nos preparar para os Jogos Olímpicos e estarei em busca de mais uma medalha para o Brasil”.

Não sabe se volta

Perto de completar 35 anos, Fernanda Garay não sabe se vai voltar. Não só por conta da idade, mas por questões de prioridade, a ponteira prefere priorizar os momentos que vive e não planejar o futuro, mesmo que seja próximo. “Não sei se volto. Vou priorizar os momentos. Assim como eu estou priorizando a jogadora Fernanda Garay, no futuro vou priorizar a família e quem está comigo. Hoje estou muito bem fisicamente, no futuro eu não sei, preciso ver como estarei e como estarão as coisas. Para uma atleta deixar sua filha em casa é muito doloroso. Eu não tenho essa certeza, eu prefiro deixar em aberto. Eu posso sim voltar, mas não é o meu objetivo”.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

FIVB

A decisão de parar para ser mãe após a Olimpíada de Tóquio foi tomada faz pouco tempo. Por conta disso, não é algo muito comentado por Fernanda Garay, até com pessoas próximas de se convívio, mesmo tendo certeza da decisão e de suas prioridades.

“Eu tomei essa decisão (de parar para ser mãe) antes de chegar em Saquarema para jogar as semifinais da Superliga, mas não falei para ninguém. O time não precisava de uma pressão a mais, ao meu ver, então decidi por não comunicar. Até agora eu tenho evitado de falar com os meus amigos, família, porque é muito recente tudo”.

Mais em Tóquio 2020