Siga o OTD

Triatlo

Djenyfer Arnold conquista o ouro no Sul-Americano

Djenyfer Arnold é dominante e fatura ouro no Sul-Americano de triatlo sprint em Formosa, na Argentina

Djenyfer Arnold vence Sul-Americano de triatlo sprint
Djenyfer Arnold cruza a linha de chegada (Foto: Triathlon Americas)

O Brasil faturou seis medalhas no Campeonato Sul-Americano de triatlo sprint, disputado neste sábado (14), em Formosa, na Argentina. Djenyfer Arnold foi o principal destaque, conquistando o ouro na elite feminina. Julia Munhoz e Antônio Neto também faturaram a medalha dourada, no júnior feminino e sub-23 masculino. Já Kauê Willy foi prata na elite masculina e Gabrielle Lemes foi vice no sub-23 feminino. Matheus Martinhaki levou o bronze no sub-23 .

No triatlo sprint, os atletas disputam a metade das distâncias do triatlo olímpico: são 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida. A disputa deste Sul-Americano foi integrado a uma etapa da Copa Pan-Americana de triatlo. Assim, alguns atletas de fora do continente também participaram da competição.

+ Henrique Avancini é 14º no XCO da Copa do Mundo de MTB

Sem chances para a concorrência, Djenyfer Arnold venceu a elite feminina, marcando 1h01min17s. Ela sobrou na disputa e ficou quase quatro minutos a frente da segunda colocada, a argentina Moira Miranda (1h05min15s). O terceiro lugar ficou com a venezuelana Marianny Giuseppina, a 1h05min57s. Apenas 15 atletas estavam na disputa e Djenyfer foi a única representante do Brasil.

Ouros entre os jovens

Seguindo os passos de Djenyfer Arnold, Julia Munhoz faturou o ouro na disputa júnior, repetindo o que havia feito há uma semana, também em solo argentino, quando venceu os Jogos Sul-Americanos da Juventude. Desta vez, ela marcou o tempo de 1h06min13s. Com o título, carimbou passaporte para o Mundial júnior de triatlo, que acontecerá de 24 a 26 de junho, em Montreal, no Canadá.

Já no sub-23 masculino, Antônio Bravo Neto ficou com o título ao marcar 55min05s. Jorge Alarcon Familiar, do México, ficou na segunda posição (55min17s), enquanto o japonês Mitsuho Mochizuki terminou em terceiro (55min22s). Para fins de Sul-Americano, os dois não entraram na contagem dos resultados. Assim, o brasileiro Matheus Martinhaki, que terminou em quinto lugar, ficou com o bronze, com 56min59s.

Duas pratas

Na elite masculina, Kauê Willy faturou a prata, marcando 54min48s, apenas 25 segundos atrás do campeão, o chileno Diego Moya. O venezuelano Luis Velasquez completou o pódio, com 55min01s. Outros três brasileiros ficaram no top-10: Matheus Diniz, em quarto; Felipe Bianchi, em sexto; e Gabriel Lecheta, em nono. Já Yago Alves foi o 11º.

+SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Na disputa sub-23 feminina, a brasileira Gabrielle Lemes levou a medalha de prata, marcando 1h04min53s. O ouro foi para a equatoriana Paula Vega, que marcou 1h04min53s. Daniela Chamorro, do Chile, completou o pódio, com 1h05min02s. Outra brasileira na disputa, Alice Tinelli foi a oitava colocada, com 1h08min39s.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Triatlo