Siga o OTD

Tóquio 2020

Brasil se garante em mais cinco finais no último dia de natação na Paralimpíada

Wendell Belarmino, Gabriel Melone, Gabriel Cristiano, Ronystony da Silva e o revezamento 4×100 m medley 34 pontos estão nas finais da natação em Tóquio

Natação Paralimpíada de Tóquio
Divulgação CPB

No último dia de provas na natação nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, o Brasil se garantiu em mais cinco finais. No fim da noite desta quinta-feira (2). O destaque ficou com mais uma final de Wendell Belarmino, agora nos 100 m borboleta, da classe S11. Além dele, Gabriel Melone, Gabriel Cristiano, Ronystony da Silva e o revezamento 4×100 m medley 34 pontos seguem para a disputa de medalhas, que começa às 5h da manhã desta sexta-feira (3).

+ GUIA PARALÍMPICO

Como foi o dia

Medalha de ouro nos 50 m livre da classe S11, Wendell Belarmino se garantiu em mais uma final na natação dos Jogos Paralímpicos. Na disputa dos 100 m borborleta, o brasileiro fez a marca de 1min06s59 e se garantiu na final da competição. Na mesma prova, Matheus Rheine ficou com a marca de 1min24s69 e acabou fora da final.

Na prova dos 100 m costas da classe S6, o Brasil teve dois resultados opostos. Gabriel Melone terminou com a marca de 1min24s72 e avançou para a disputa das medalhas. Já Talisson Glock, que conquistou o ouro nos 400 m medley da classe, fechou sua participação com o tempo de 1min27s36, e acabou fora da final.

Gabriel Cristiano de Souza disputou os 100 m borboleta masculino da classe S8 com a marca de 1min05s55. Com esse tempo, o brasileiro conseguiu a oitava e última vaga para a decisão da prova, que acontece na manhã desta sexta-feira (3).

Gabriel Cristinao
Divulgação CPB

+RECEBA NOTÍCIAS NO NOSSO CANAL NO TELEGRAM OU PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

Nos 50 m costas da classe S4, Ronystony da Silva se garantiu na decisão. Terminando sua participação nas classificatórias com a marca de 46s58, o brasileiro ficou com o sexto melhor tempo entre todos os atletas e se garantiu na disputa de medalhas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio.

Fechando o dia de classificatórias, o revezamento 4×100 m medley masculino 34 pontos do Brasil, composto por Andrey Pereira, Phelipe Rodrigues, Talisson Glock e Ruan Felipe, terminou a classificatória com a marca de 4min27s08 e se colocou entre os oito melhores para a final.

Revezamento 4x100 m medley
Divulgação CPB

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NOINSTAGRAM E NO FACEBOOK

Fora da final

Já Susana Schnardorf não avançou para a decisão. Na disputa dos 50 m costas feminino da classe S4, a brasileira terminou sua participação com a marca de 1min00s50 e não conseguiu uma das oito vagas na decisão da prova no Japão.

Susana Schnardorf
Divulgação CPB

Abrindo o dia de competições para o Brasil na natação, Ruan Felipe representou o país na disputa dos 200 m medley da classe S10. Na prova, o nadador terminou com a marca de 2min27s75 e acabou ficando fora da final.

Mais em Tóquio 2020

viagra