Siga o OTD

Austrália ganha

Tóquio 2020

Austrália ganha de Porto Rico no basquete feminino e se classifica

A fase de grupos do basquete feminino foi encerrada com partidas emocionantes como a de Austrália e Porto Rico

A seleção australiana conquistou uma importante vitória sobre Porto Rico. Foto: fiba.basketball

Austrália ganha de Porto Rico no basquete feminino e se classifica

Austrália ganha com emoção – nesta segunda-feira (2), se encerrou a fase de grupos do basquete feminino dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Dessa forma, quatro partidas foram realizadas. Pelo grupo B, a seleção japonesa derrotou a Nigéria por 103 a 82, e os Estados Unidos venceram as francesas por 93 a 82. Japão e França se classificaram para a as quartas de finais.

Já no grupo C, a China surpreendeu e venceu a Bélgica por 74 a 62, terminando com o primeiro lugar da chave. No outro jogo do Grupo, a Austrália derrotou Porto Rico por 96 x 69, em jogo emocionante. Apesar do resultado, as australianas buscaram o saldo que precisavam para se classificarem como uma das melhores terceiras colocadas.

Nigéria 83 x 102 Japão

A seleção japonesa chegava ao confronto como a favorita, e precisava da vitória para conseguir a classificação para as quartas de final. Por outro lado, a Nigéria sonhava com a vaga, sendo uma das melhores terceiras colocadas. Mas o domínio japonês se confirmou do início ao fim da partida, e a vitória veio, pelo placar de 102 a 83.

Os principais destaques japoneses foram Maki Takada, com 15 pontos, e Rui Machida, com 15 assistências. A armadora ainda se igualou ao recorde de assistências em um único jogo de Jogos Olímpicos de Teresa Edwards, em Atlanta (1996). Do lado nigeriano, Victoria Macaulay foi o grande nome, com 18 pontos.

França 82 x 93 Estados Unidos

A França entrou na partida buscando a classificação, enquanto as estadunidenses queriam terminar a fase de grupos com três jogos e três vitórias. Com isso, foi um confronto muito equilibrado, com vantagem francesa no primeiro quarto, e até o último período, quando os Estados Unidos deslancharam no jogo, a França endureceu o jogo, mas terminou derrotada por 93 a 82. Mesmo assim, se garantiu nas quartas, como uma das melhores terceiras colocadas.

Pelo lado dos Estados Unidos, a ala A’ja Wilson novamente foi a grande destaque do confronto, com 22 pontos e sete rebotes. Pelo lado francês, Sandrine Gruda anotou 12 pontos e seis rebotes.

China 74 x 62 Bélgica

Antes de mais nada, China e Bélgica entraram em quadra nesse final de fase de grupos buscando o primeiro lugar da chave. Com isso, a expectativa era de um jogo competitivo e bastante equilibrado, mesmo com o favoritismo belga.  

Mas a China tomou o controle do confronto na metade do jogo e no último quarto, com uma grande atuação defensiva, limitou a Bélgica a apenas 10 pontos. Assim, a China saiu vencedora por 74 a 62 e garantiu o primeiro lugar do Grupo C.

Pelo lado chinês, a pivô Li Yueru foi o grande destaque, com 14 pontos e oito rebotes. Já do lado belga, Emma Meesseman novamente se destacou, com 24 pontos, sete rebotes, e 30 de eficiência.

Austrália 96 x 69 Porto Rico

A Austrália ganha a partida sobre Porto Rico com emoção. No último jogo da primeira fase dos Jogos Olímpicos, a forte seleção australiana precisava de um milagre para se classificar para as quartas de final. Era necessário vencer Porto Rico por 25 pontos de diferença para tirar o saldo do Canadá e se classificar entre os dois melhores terceiros colocados. E o resultado aconteceu; o placar final ficou em 96 a 69 para a Austrália.

O grande nome desta vitória australiana foi o de Marianna Tolo, que fez 26 pontos e pegou 17 rebotes. Pelo time de Porto Rico, Jazmon Gwathmey também marcou 26 pontos na partida.

A Austrália ganha, fechando a competição com uma vitória e duas derrotas, enquanto a seleção de Porto Rico amargou três derrotas em três jogos.

Por Felipe Melo e Caíque Sousa.

Mais em Tóquio 2020