Siga o OTD

Tóquio 2020

Dupla da Letônia elimina Bruno Schmidt e Evandro no vôlei de praia

Brasileiros Bruno Schmidt e Evandro foram derrotados por dupla da Letônia e estão fora do torneio de vôlei de praia dos Jogos Olímpicos

EVANDRO E BRUNO SCHMIDT ELIMINADOS VÔLEI DE PRAIA JOGOS OLÍMPICOS TÓQUIO 2020
FIVB

Terminou no começo da madrugada desta segunda-feira a participação de Bruno Schmidt e Evandro no torneio masculino de vôlei de praia dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A dupla brasileira foi eliminadas por Martins Plavins e Edgards Tocs, da Letônia, que venceram o duelo válido pelas oitavas de final com parciais de 21/19 e 21/18. Com a vitória, os europeus avançaram para as quartas e esperam pelo vencedor do duelo entre Alison/Álvaro Filho, do Brasil, e Gaxiola/Rubio, do México.

“O que posso falar desse jogo é que o sentimento que estou agora não é o que eu queria. Mas analisando friamente, eles foram superiores do primeiro set até o final do jogo. A gente ficou o tempo todo tentando jogar atrás, apesar dessa dupla não ter tido muito desempenho em circuito mundial, hoje eles foram superiores do começo ao fim. Não conseguimos, mesmo depois de muito estudo, não conseguimos coloca-los em uma situação em que nos colocaram”, explicou Bruno Schmidt, que no começo do ano chegou a ser internado em estado grave com Covid e precisou ser intubado.

“Depois de tudo que eu passei, eu adoraria viver uma história bacana e de muita superação, mais do que já estou tendo. Queria ter ajudado mais o Evandro na sua segunda participação olímpica. Eu acho que a gente merecia isso, depois de tudo que a gente passou. Ainda mais depois da pandemia, nosso time foi muito afetado. Se você for ver, 5 meses atrás eu estava saindo do hospital, eu nem sabia se estaria aqui. Não sabia se conseguiria me recuperar a tempo, iriam me substituir e eu perderia uma participação dessas. Tentei em curto prazo ser o melhor atleta que eu poderia ser, mas hoje não deu”, afirmou.

“Há alguns meses atrás a gente não sabia como estaria nosso time, se chegaríamos até aqui. E no jogo de hoje, nós tentamos mudar a forma, mudar o jogo. É muito difícil jogar atrás com o placar. Nós tentamos buscar no final do primeiro set, no final do segundo set, mas os letões jogaram melhores hoje e isso fez toda a diferença para que eles saíssem com a vitória. Agora é levantar a cabeça e recolher nosso time. Tem etapas do mundial ainda para acontecer até o final e vamos em busca de melhoria, evoluir como time e pessoa”, completou Evandro.

A eliminação de Bruno Schmidt e Evandro foi a segunda do Brasil nesta edição de Jogos Olímpicos. Na véspera, Ágatha e Duda, que chegaram a Tóquio como favoritas, caíram diante das alemãs Ludwig e Kozuch numa partida disputadíssima e decidida nos detalhes. Por enquanto, apenas Ana Patrícia e Rebecca, que venceram Xia e Wang, da China, estão nas quartas de final.

O JOGO

No jogo da madrugada desta segunda, Bruno Schmidt e Evandro não conseguiram fazer um jogo consistente. No primeiro set, por exemplo, os brasileiros somaram 17 pontos de ataque, saque ou bloqueio contra 13 da dupla da Letônia, mas os oito erros contra dois dos adversários foram cruciais para a derrota por 21 a 19.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

No segundo set, Plavins fez toda a diferença, marcando 13 de seus 22 pontos no jogo e comandou a vitória da Letônia, que liderou praticamente o tempo todo. No final, os brasileiros tentaram encostar, mas os europeus, mais consistentes, fecharam o jogo em 21 a 18. Nesta parcial, os erros cometidos por Evandro e Bruno Schmidt dimiuíram para cinco, mas ainda assim falharam mais do que os adversários, que só entregaram três pontos de graça.

+ RECEBA NOTÍCIAS NO NOSSO CANAL NO TELEGRAM OU PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

No total, o grande nome do jogo foi Plavins com 22 pontos, 21 de ataque e um de saque. Seu parceiro, Tocs fez apenas sete. Do lado brasileiro, Evandro marcou 18, 13 de ataque, quatro de bloqueio e um de saque, enquanto Bruno Schmidt fez 14, todos eles de ataque. O curioso é que a dupla da Letônia chegou à vitória sem ter marcado um ponto sequer de bloqueio.

Mais em Tóquio 2020