Siga o OTD

seleções que avançaram

Tóquio 2020

EUA, França, Itália, Austrália e Alemanha classificadas no basquete masculino

Grupos A e B já definiram as seleções que avançaram para as quartas no forte basquete masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Patty Mills, do San Antonio Spurs, é um dos pilares da Austrália. Foto: fiba.basketball

EUA, França, Itália, Austrália e Alemanha classificadas no basquete masculino

Classificadas – o basquete masculino já tem, neste sábado (31), seus vencedores dos grupos A e B. Estados Unidos, França, Itália, Austrália e Alemanha são as seleções que avançaram para a fase das quartas de final dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Na madrugada de sexta (30) para hoje, a capital japonesa recebeu a terceira e última rodada do grupo A no basquete masculino. Na Saitama Super Arena, Irã e França abriram a noite com mais uma vitória dos franceses, já classificados, por 79 a 62.

Mais tarde, foi a vez de Estados Unidos e República Tcheca se enfrentarem na outra partida do grupo, que foi vencida pelos estadunidenses com placar final de 119 a 84. Com este resultado, Estados Unidos se classificam e França mantém 100%. No grupo B, a Itália passou pela Nigéria – mas não tão facilmente. E na outra disputa da chave, a Austrália venceu a Alemanha.

Com isso, temos a definição dos selecionados que avançam no grupo B. O resultado dessas últimas partidas da fase regular é a classificação, para as quartas de final, de Itália, Austrália e Alemanha. A derrota dos alemães, então, não prejudicou o grupo do técnico Henrik Rodl, ex-jogador universitário nos EUA, pelos emblemáticos Tar Heels, da Universidade da Carolina do Norte, de 1989 a 1993.

Agora, as equipes classificadas aguardam o desfecho do grupo C, que acontece na madrugada de sábado (31) para domingo (1). Confira abaixo como foram as partidas que definiram as seleções que avançaram para as quartas de finais nos grupos A e B.

Irã 62 X 79 França

Após a vitória desta noite contra o Irã, a França fechou a fase de grupos com a primeira posição e 100% de aproveitamento. Por outro lado, os iranianos acumularam a terceira derrota consecutiva e foram eliminados sem vencer nenhuma partida.

O principal nome da seleção francesa foi o armador Nando de Colo, que terminou o jogo com 10 pontos, cinco rebotes e cinco assistências. Além dele, Luwawu-Cabarrot e Thomas Heurtel tiveram boa atuação. No lado iraniano, o destaque ficou para o pivô Hamed Haddadi, que anotou 18 pontos, 12 rebotes e cinco assistências.

Estados Unidos 119 X 84 República Tcheca

No outro jogo do grupo, Estados Unidos e República Tcheca entraram em quadra em busca da segunda vaga para as quartas de final. Com vitória de 119 a 84, os estadunidenses conseguiram a segunda vitória consecutiva e garantiram a classificação para a próxima fase.

O principal nome da seleção dos EUA foi o ala Kevin Durant, que terminou o jogo com 23 pontos, 8 rebotes e 6 assistências. Além dele, Jayson Tatum e Zach LaVine tiveram boa atuação. No lado tcheco, o destaque ficou para o armador Tomas Satoransky, que anotou 12 pontos, 6 rebotes e 8 assistências.

Devido à derrota, a República Tcheca se despede dos Jogos Olímpicos com a terceira posição do grupo.

Itália 80 x 71 Nigéria

A seleção do técnico Mike Brown, assistente do Golden State Warriors, deu trabalho para os italianos, vencendo o segundo e terceiro quartos. A arrancada da ganhadora veio no último período, fazendo 24 a 8 em cima na Nigéria.

Os pontos da Itália foram bem distribuídos entre Nicolò Melli, com 15; o jovem Nico Mannion, com 14; e Achille Polonara, com 13 pontos – ele foi um dos responsáveis pela retomada do controle do jogo no quarto número 4.

Austrália 89 x 76 Alemanha

Os Boomers venceram a forte Alemanha, e o êxito veio principalmente pelas mãos de Patty Mills, em um jogo onde as duas seleções foram classificadas. O líder de vestiário de Gregg Popovich no San Antonio Spurs marcou 24 pontos em 32 minutos em quadra. Jock Landale anotou 18, além de três rebotes e três assistências. Os australianos venceram três dos quartos da partida, fazendo apenas seis turnovers, contra 18 do lado da Alemanha.

Os jogadores alemães tiveram pontuações individuais mais baixas, com Andreas Obst, do Ratiopharm Ulm, cravando 17 pontos. Mo Wagner teve apenas 13 minutos de jogo e deixou em quadra seis pontos.

Mesmo com a derrota, a seleção alemã é uma das classificadas para as quartas de finais, junto com a oponente Austrália e a Itália. Desde Barcelona, em 1992, que a Alemanha não avançava para uma fase de quarta de final em Jogos Olímpicos.

Por Lucas Ardito e Alice Barbosa

Mais em Tóquio 2020