Siga o OTD

Tóquio-2020 - Covid-19

Tóquio 2020

Chefe de Tóquio 2020 não descarta cancelamento dos Jogos de última hora

Casos de Covid-19 em pessoas credenciadas aos Jogos já chega a 80 e chefe do Comitê não descarta cancelamento

(Divulgação)

Chefe de Tóquio 2020 não descarta cancelamento dos Jogos de última hora

Chefe do Comitê Organizador de Tóquio 2020, Toshiro Muto não descartou um cancelamento de última hora dos Jogos Olímpicos, que começa nesta sexta-feira (23). Em coletiva de imprensa nesta terça (20), ele disse que está atento aos números de infecções pela Covid-19 e mantém discussões com os organizadores.

“Não podemos prever o que acontecerá com o número de casos do coronavírus. Concordamos que, com base na situação, convocaremos as discussões novamente. Neste ponto, os casos de coronavírus podem aumentar ou diminuir, então vamos pensar sobre o que devemos fazer quando a situação surgir”, disse Muto.

+Confira todos as notícias sobre Tóquio 2020

Ao todo, cerca de 80 pessoas credenciadas aos Jogos testaram positivo para a Covid-19 e estão em isolamento. Apenas 31 desses casos são dos 20 mil estrangeiros que chegaram ao Japão nos últimos dias. Só nesta terça-feira, foram registrados mais nove casos, sendo um deles de um atleta que está na Vila Olímpica e não foi identificado.

Outros dois atletas já haviam sido contaminados, como foi divulgado na segunda-feira. São eles: Ondrej Perusic, da equipe do vôlei de praia da República Tcheca, e Kara Eaker, ginasta dos Estados Unidos. Antes disso, outros dois jogadores de futebol da África do Sul também haviam testado positivo. Todos que testarem positivo precisam cumprir 14 dias de quarentena. No caso do jogador tcheco de vôlei de praia, isso o impedirá de disputar os Jogos.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Por fim, além dos Jogos, os casos de Covid-19 seguem subindo em Tóquio. Só nesta terça-feira, houve cerca de 1.400 notificações da doença na cidade, que segue em estado de emergência. Assim, vale lembrar que as competições acontecerão sem a presença de público.

Mais em Tóquio 2020