Siga o OTD

Rebeca Andrade

Tóquio 2020

Federação Internacional homologa Pan de ginástica no Rio de Janeiro

Pan-Americano, que será classificatório para os Jogos Olímpicos de Tóquio, foi homologado pela Federação Internacional de Ginástica (FIG)

Um dos principais nomes da ginástica brasileira, Rebeca Andrade vai tentar a vaga olímpica no Pan-Americano

Federação Internacional homologa Pan de ginástica no Rio de Janeiro

A FIG (Federação Internacional de Ginástica) homologou o Campeonato Pan-Americano de Ginástica Artística, que será disputado de 4 a 6 de junho, e o de Ginástica Rítmica e de Trampolim, que serão disputados de 11 a 13 de junho, ambos no Rio de Janeiro, e que  oferecerão vagas olímpicas.

A realização do Pan-Americano no Rio é uma vitória da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), que mostrou agilidade para trazer o evento ao Brasil, após a desistência da US Gymnastics, a federação norte-americana. Para alcançar esse objetivo, a Confederação Brasileira de Ginástica contou com o apoio da UPAG (União Pan-Americana de Ginástica) e da FIG (Federação Internacional de Ginástica).

“Desde o adiamento do evento, originalmente programado para 2020 (devido à pandemia), nos Estados Unidos, esse país e o Brasil manifestaram a intenção de organizar a competição em 2021. As federações nacionais do continente foram informadas de que, se os Estados Unidos não organizassem o evento em 2021, o Brasil seria a sede alternativa. Por esse motivo, não tivemos problema para que as federações e o Comitê Executivo aceitassem essa mudança”, afirmou a mexicana Naomi Valenzo, presidente da UPAG. “A respeito da FIG, é importante que ela revise todos os dados, o que inclui datas propostas, regras, aparelhos. Isso toma um pouco de tempo, sobretudo porque se trata de um evento classificatório para os Jogos Olímpicos. A despeito disso, a FIG sempre se mostrou muito disposta a apoiar a UPAG em todos os seus eventos e somos gratos”.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

A presidente da CBG, Luciene Resende, comemora esse importante passo para a realização do evento. “Vivemos tempos desafiadores, mas sempre acreditamos que temos o respaldo da comunidade internacional da nossa modalidade, por termos já realizado tantas competições importantes. O Brasil sabe fazer ginástica e sabe organizar competições de ginástica. Por isso, é com muito orgulho que vamos receber os representantes de todas as federações que buscam vagas olímpicas na Arena Carioca”.

Henrique Motta, Coordenador Geral e de Eventos da CBG, também manifestou seu contentamento com a notícia. “Estávamos convictos de que o Campeonato Pan-Americano do Rio receberia da FIG a homologação, o que é um desdobramento burocrático natural, considerando-se toda a nossa seriedade e empenho para a realização do evento com toda a segurança necessária. Mas essa chancela sempre nos alegra, porque se trata de um reconhecimento pelo nosso trabalho. Acreditamos que, ao realizar uma competição como essa, que certamente vai encantar muitos jovens, a CBG promoverá ainda mais a Ginástica do Brasil e de todo o continente americano”.

Mais em Tóquio 2020