Siga o OTD

Cristo Redentor é iluminado para marcar 100 dias para os Jogos Olímpicos

Tóquio 2020

Cristo Redentor é iluminado para marcar 100 dias para os Jogos Olímpicos

Iluminação do Cristo Redentor, além de marcar os 100 dias para Tóquio, lembrou a todos de como o esporte pode inspirar na luta contra a Covid-19

De uma capital olímpica para a outra. O Cristo Redentor, uma das sete maravilhas do mundo moderno, se vestiu de Time Brasil na noite deste 14 de abril para marcar os 100 dias para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Num momento em que a pandemia ainda não mostra sinais de estar mais perto do fim, de braços abertos sobre o Rio de Janeiro, palco dos Jogos Rio 2016, o maior símbolo do país lembrou a todos de como o esporte pode inspirar na luta contra a Covid-19.

+A 100 dias dos Jogos, COB investe na preparação e define protocolos médicos

A ação do COB também contempla a doação, através do Programa Transforma, de 1.000 cestas básicas para a Arquidiocese do Rio de Janeiro, que apoia cerca de 60 projetos sociais na cidade. O Transforma é o programa de promoção dos valores olímpicos do COB.

Cristo Iluminado faltam 100 dias para os Jogos Olímpicos de Tóquio
(Julio Cesar Guimarães)

+Time Brasil fecha patrocínio para os uniformes casuais dos atletas

“Não existe momento mais propício para relembrarmos a importância da saúde e de uma vida mais saudável através da prática esportiva. Não é um dia para celebrar, em respeito a todos os brasileiros que perderam suas vidas, mas é um dia para exercitarmos a solidariedade e a esperança de que dias melhores virão. Não tenho dúvidas de que os Jogos Olímpicos poderão ser um símbolo do início do recomeço”, disse Paulo Wanderley, presidente do COB.

+A 100 dias dos Jogos, atletas controlam expectativa e focam na preparação

A projeção começou exatamente às 18h45 e apresentou a marca do Comitê Olímpico do Brasil, uma representação do uniforme da delegação e as palavras disciplina, respeito, foco, superação, determinação e coragem, sobre campos, piscinas, tatames e quadras. A exibição se encerrou, como não poderia deixar de ser, quando o relógio marcava simbólicos 20:20. Daqui a 100 dias, em 23 de julho, a Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos estará sendo realizada em Tóquio.

+Reunião nesta quinta pode cancelar o Pré-Olímpico das Américas de boxe

“O Brasil, nos últimos anos, recebeu os grandes eventos mundiais e o Cristo Redentor sempre esteve presente no cenário desses acontecimentos. Por isso, a parceria institucional com o Comitê Olímpico Brasileiro potencializa as grandes iniciativas ligadas ao esporte em âmbito nacional e nos ajuda a dar visibilidade, a partir da colina do Corcovado, às inúmeras ações sociais, de solidariedade que também provém da dimensão lúdica e desportiva. Alegra-nos muito poder contar com a generosa doação oriunda por parte do COB. Que o Redentor abençoe os nossos atletas e possa retribuir com numerosas bênçãos e conquistas o esforço de cada dia em torno do bem, do esporte e da solidariedade”, afirma Padre Omar, Reitor do Santuário Cristo Redentor e sacerdote da Arquidiocese do Rio de Janeiro.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

“O país e o mundo passam por um momento muito difícil e eu tenho a convicção que o esporte pode nos ajudar a sairmos dessa melhores do que entramos. Respeito, superação e determinação, algumas das palavras que projetamos hoje e que estão presentes no dia a dia dos atletas, devem ser valorizados nesse momento”, disse Rogério Sampaio, diretor geral do COB e campeão olímpico de judô. “Entramos na reta final de preparação para os Jogos de Tóquio e estamos focados na preparação da delegação brasileira, mas a grande disputa que o mundo inteiro esta travando é contra a Covid”, completou Rogério Sampaio.

Mais em Tóquio 2020