Siga o OTD

Thiago Wild se prepara para a volta do circuito

Tênis

Thiago Wild vence Petrovic no quali do ATP de Acapulco e avança

Brasileiro tem dificuldades no fim do 2º e 3º sets, mas sai com a vitória por 2 a 1 em duelo de mais de 2h20 no México

(Crédito: João Pires/Fotojump)

Thiago Wild vence Petrovic no quali do ATP de Acapulco e avança

Pela primeira rodada do quali do ATP de Acapulco, Thiago Wild teve como adversário o sérvio Danilo Petrovic, na noite deste sábado (13). Em duelo equilibrado, com os tenistas alternando momentos bons e ruins,

-Brasil vence a Coreia do Sul e dá passo importante no Pré-Olímpico

Com o resultado, Thiago Wild, que é o cabeça de chave número cinco do quali no ATP de Acapulco, segue vivo por uma das vagas na chave principal. Na 2ª rodada, o brasileiro terá o Brandon Nakashima, dos Estados Unidos, neste domingo (14).

O duelo

No primeiro set de partida, Thiago Wild foi dominante nos primeiros games. Conseguindo confirmar o serviço com facilidade e sendo agressivo quando recebia o saque, o brasileiro ditou o ritmo e abriu 4 a 0 no placar. Na reta final, apesar de sofrer uma quebra, Wild precisou manter o nível de jogo para fechar com 6/3.

Com a desvantagem no placar, Petrovic foi para cima no começo do segundo set e conseguiu a quebra no quarto game, fazendo 3 a 1. Contudo, Thiago Wild voltou a apresentar o jogo da primeira parcial e empatou em 4 a 4. Na reta final, o tenista da Sérvia voltou a ser superior, conseguiu mais uma quebra e fechou a parcial em 6/4.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

No terceiro set, Thiago Wild começou atuando de maneira superior e com uma quebra ainda nos dois primeiros games fez 2 a 0. A vantagem na parcial se manteve até perto do fim, quando o sérvio conseguiu a igualdade em 4 a 4 e levou a partida empatada para a reta final. Neste momento da partida, Wild solicitou a presença do fisioterapeuta para atendimento e retornou para a partida

Na hora da decisão, Thiago Wild sofreu. Apesar de conseguir a quebra e sacar para o jogo, o tenista brasileira sofreu para fazer o último ponto. Depois de salvar quatro break points e passar por sete igualdades em 40/40, Wild confirmou a vitória por 6/4.

Mais em Tênis