Siga o OTD

italo ferreira etapa de newcastle do mundial de surfe

Surfe

Cinco brasileiros estão nas quartas de final da Newcastle Cup, na Austrália

Gabriel Medina, ítalo Ferreira, Adriano de Souza, Deivid Silva e Filipe Toledo seguem na disputa do título da segunda etapa do mundial de surfe

Matt Dunbar/WSL via Getty Images)

Cinco brasileiros estão nas quartas de final da Newcastle Cup, na Austrália

Só deu Brasil! No dia das oitavas de final da Newcastle Cup, a segunda etapa do Mundial de Surfe, disputada na Austrália, cinco brasileiros se garantiras nas quartas de final, nesta quinta-feira (8). O destaque do dia ficou com Gabriel Medina, que assumiu a liderança do ranking mundial de 2021, e Ítalo Ferreira, que dominaram do começo ao fim.

Como duas quartas de final da Newcastle Cup serão 100% brasileiras, Gabriel Medina x Adriano de Souza e Ítalo Ferreira x Deivid Silva, o país já tem garantido dois semifinalistas na etapa do Mundial de surfe. Por conta do chaveamento da competição, ainda não é possível confirmar um finalista do Brasil.

Gabriel Medina abre o dia com vitória contra português

Abrindo o dia de baterias, Gabirel Medina teve como adversário Frederico Morais. de Portugal. Com duas ondas logo nos primeiros minutos, o brasileiro assumiu o primeiro posto com 3.76 contra 2.83 do português. Na parte final da disputa, Frederico encontrou a melhor onde e com um 5.50 tomou a ponta do brasileiro, com 8.33 contra 7.16. 

Gabriel Medina
WSL / CAIT MIERS

Com pouco tempo e precisando de um 4.01, Gabriel Medina encaixou a sua melhor onda. Com uma série de três manobras, o brasileiro fez 4.43 e tomou a liderança com 8.76. Dentro do minuto final, Gabriel deu show. 

“Amarrando” a bateria, o brasileiro usou a prioridade ao seu favor e literalmente na última onda conseguiu uma série de manobras que deu um 8.50 e a vaga nas quartas de final da Newcastle Cup. Com a vaga entre os oito melhores da etapa do Mundial de surfe, Medina garantiu a liderança do ranking mundial em 2021. 

-Bia Haddad e Carol Meligeni avançam às quartas do ITF de Córdoba

Ítalo avança na base dos aéreos

Terceiro brasileiro a buscar uma vaga nas quartas de final, Ítalo Ferreira teve o americano Griffin Colapinto. Como aconteceu nas disputas anteriores, o brasileiro começou com tudo e com um aéreo lindo abriu vantagem na ponta, com uma somatória de 14.20, contra 8.16 do surfista dos Estados Unidos. 

Ítalo Ferreira
– WSL / DAMIEN POULLENOT

Na segunda metade da disputa, Ítalo Ferreira seguiu melhor. Com mais uma onda acima de 8.00, o brasileiro chegou a 16.93 e colocou uma enorme vantagem contra o Colapinto. Com a diferença no placar, foi só questão de esperar a buzina para que a presença de Ítalo Ferreira nas quartas de final fosse confirmada.

Adriano de Souza elimina australiano

O confronto entre Adriano de Souza e Julian Wilson, da Austrália, começou equilibrado. Com o surfista australiano apostando na quantidade e o brasileiro na qualidade, Julian assumiu a liderança com 5.77 contra 5.00 após mais de 10 minutos de disputa. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Mais para a parte final do confronto, Adriano de Souza conseguiu a virada. Com uma onda 3.40, chegou ao total de 8.40 e virou o líder. Na reta final, Julian Wilson teve a prioridade por mais de quatro minutos mas não conseguiu surfar e foi eliminado.

Adriano de Souza
– WSL / THOMAS BENNETT

Na disputa por uma das vagas na semifinal da Newcastle Cup, na Austrália, Adriano de Souza teve pela frente Gabriel Medina, fazendo com que o Brasil tenha garantido um representante entre os quatro melhores. 

Filipe Toledo vence confronto brasileiro

Fechando o dia de oitavas de final, Filipe Toledo e Yago Dora fizeram um duelo brasileiro por uma das vagas nas quartas de final. Assim como aconteceu na fase anterior, Filipinho começou com tudo e com poucos minutos já somou 7.67 e pegou a primeira colocação da disputa.

Filipe Toledo
WSL / DAMIEN POULLENOT

Na sequência da bateria, Filipe Toledo e Yago Dora conseguiram melhorar suas notas e Filipinho seguiu em vantagem, com 9.23 contra 7.33. Já caminhando para o fim da disputa, Toledo colocou mais um pouco de diferença ao chegar no total de 13.07 pontos contra 9.14 de Yago. 

-Brasil bate Japão, mas perde de EUA e França no primeiro dia em Dubai

Na reta final Filipe Toledo e Yago Dora tiveram um pequeno desentendimento, pois Filipinho atrapalhou uma manobra do adversário, mas logo se resolveu. Após a pequena discussão, os dois surfistas não conseguiram novas ondas e a vitória foi de Toledo.

Deivid Silva supera Kanoa Igarashi

A bateria começou com Deivid Silva e Kanoa Igarashi, do Japão, errando. Com uma onda boa nas primeiras seis surfadas entre os dois atletas, o japonês assumiu a liderança com um total de 6.10 contra 1.43 do brasileiro. 

Na sequência, a virada veio. Perto das pedras, Deivid Silva encaixou uma série de manobras e conseguiu um 5.43, virando o líder da bateria com 6.16. Como resposta para a nota do brasileiro, Kanoa Igarashi fez uma onda não tão boa gerar 2.83 de nota e subiu para a ponta com um total de 8.16. 

Deivid Silva
– WSL / LAURENT MASUREL

Já no terço final da disputa, Deivid e Kanoa seguiram melhorando suas notas e o surfista do Japão seguiu na frente, com 11.23 contra 9.60. Faltando pouco mais de cinco minutos, o brasileiro voltou a liderar. Com a melhor nota da bateria, um 6.50, Deivid Silva chegou a 11.93 e colocou pressão no japonês. 

Nas ondas finais, Kanoa Igarashi conseguiu um 5.90 e colocou a sua somatória em 11.80 mas seguiu em segundo. Desta forma, Deivid Silva avançou para as quartas de final do Mundial de surfe.

Mais em Surfe