Siga o OTD

Brasileira, Tati Weston-Webb passou a representar o Brasil na elite do surfe mundial e irá para os Jogos Olímpicos de Tóquio

Tóquio 2020

Série mostra 1ª temporada de Tati Weston-Webb como ‘brasileira’

Filha de mãe brasileira e pai havaiano, Tati Weston-Webb vai representar o surfe do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Tati Weston-Webb foi a sexta colocada na última edição do Circuito Mundial de surfe (Foto: André Callado/Divulgação Canal OFF)

Série mostra 1ª temporada de Tati Weston-Webb como ‘brasileira’

Tati Weston-Webb estará de volta ao Canal OFF a partir de segunda-feira (13), às 22 horas, quando estreia a quinta temporada de “Tatiana Weston-Webb”. A série acompanhará os bastidores do primeiro ano da atleta desde a sua decisão de representar o Brasil nas principais competições de surfe.

O programa mostra, em 13 episódios, o cotidiano de treinos da atleta, seus momentos com a família e amigos e as viagens ao redor do mundo com o namorado Jesse Mendes, que também é surfista, em busca das melhores ondas. Tati Weston-Webb é, atualmente, a melhor brasileira na elite mundial e irá representar o país nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

“Acho que as pessoas vão amar esta nova temporada. O espectador pode esperar muitas coisas legais. A gente surfou bastante e vivi muitas aventuras”, disse Tati. “Surfar em Teahupoo com a coroa foi muito legal. Este episódio é o máximo”, adiantou.

Na estreia, Tati Weston-Webb reflete sobre como foi seu último ano, o quanto evoluiu, seu orgulho de ter amadurecido e como está colhendo os resultados de toda sua dedicação ao surfe. Ela fala sobre a sua conexão com o Brasil e a escolha de mudar de bandeira para competir pelo país.

Trajetória

Tati Weston-Webb nasceu em Porto Alegre, no Brasil, mas se mudou para o Havaí, onde adquiriu a paixão pelo surfe, com apenas dois meses de idade. Após três temporadas na elite feminina, a gaúcha decidiu representar o Brasil a partir de abril de 2018.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Na primeira temporada como ‘brasileira’, Tati Weston-Webb somou mais de 46 mil pontos e terminou em quarto lugar. No ano passado, somou 41 mil pontos e encerrou em sexto, mas foi o primeiro representante do Brasil na modalidade a se garantir na Olimpíada de Tóquio. Ao lado dela, estarão Gabriel Medina, Filipe Toledo e Silvana Lima.

Mais em Tóquio 2020