Siga o OTD

Seleção de skate park entra na contagem regressiva para estreia em Tóquio 2020

Tóquio 2020

Seleção de skate park entra na contagem regressiva para estreia em Tóquio 2020

Dora Varella, Isadora Pacheco e Yndiara Asp representaram o Brasil no feminino, enquanto Luiz Francisco, Pedro Barros e Pedro Quintas participam das provas masculinas

Seleção de skate park entra na contagem regressiva para estreia em Tóquio 2020

Após uma sequência de treinos no Ariake Urban Sports Park, a Seleção Brasileira Olímpica de Park entra na contagem regressiva para a estreia nos Jogos de Tóquio. Dora Varella, Isadora Pacheco e Yndiara Asp entrarão em ação no primeiro dia de disputas da modalidade, que será terça-feira (03) à noite no Brasil. Luiz Francisco, Pedro Barros e Pedro Quintas se apresentam na quarta-feira (04), também na noite brasileira. As duas categorias começam às 21h (horário de Brasília).

“Realmente é uma pista muito grande, muito completa. Como tem muita opção a gente tem que escolher diferentes leituras, diferente flow, mas estamos muito satisfeitos com a pista. Todos eles estão felizes, estão curtindo muito. Todo mundo já está bem pronto para a competição. Estamos com uma expectativa muito boa e vamos para cima”, destaca Edgard Pereira Vovô, consultor técnico da Seleção Brasileira de Park.

Assim como no Street, o Park contará com 20 skatistas por categoria (feminino e masculino) nas Olimpíadas. As disputas serão divididas em preliminares e final (8 melhores), com as duas fases acontecendo no mesmo dia. No total, serão dois dias de competição (um para cada categoria).

Nas classificatórias e na final, cada skatista terá direito a 3 voltas de 45 segundos, valendo como pontuação final a volta de maior nota.

Entre Park e Street, o skate brasileiro confirmou o limite de 12 vagas por país nas Olimpíadas. O feito foi alcançado somente por Brasil e Estados Unidos.

Street
No Street, Kelvin Hoefler e Rayssa Leal conquistaram a prata. Kelvin entrou para a história como o primeiro skatista brasileiro a conquistar uma medalha olímpica e, além disso, inaugurou o quadro de medalhas do Brasil nos Jogos de Tóquio. Rayssa, aos 13 anos, se tornou a brasileira mais jovem a conquistar uma medalha em Olimpíadas.

Cronograma de disputas
Feminino
Terça-feira – 3 de agosto – BRA
Preliminares/Classificatórias
21h – Bateria 1 – Bombette Martin (GBR), Sakura Yosozumi (JAP), Lilly Stoephasius (ALE), Josefina Tapia Varas (CHI) e Dora Varella (BRA)
21h42 – Bateria 2 – Brighton Zeuner (EUA), Lizzie Armanto (FIN), Jordyn Barratt (EUA), Kokona Hiraki (JAP) e Melissa Williams (RSA)
22h24 – Bateria 3 – Yndiara Asp (BRA), Madeleine Larcheron (FRA), Julia Benedetti (ESP), Amelia Brodka (POL) e Sky Brown (GBR)
23h06 – Bateria 4 – Xin Zhang (CHN), Isadora Pacheco (BRA), Poppy Olsen (AUS), Misugu Okamoto (JAP) e Bryce Wettstein (EUA)
Final
00h30 – Bateria única

Masculino
Quarta-feira – 4 de agosto – BRA
Preliminares/Classificatórias
21h – Bateria 1 – a definir
21h42 – Bateria 2 – a definir
22h24 – Bateria 3 – a definir
23h06 – Bateria 4 – a definir
Final
00h30 – Bateria única

Mais em Tóquio 2020