Siga o OTD

Brasil

Os Olímpicos

Brasil empata em boa estreia contra a Espanha

A seleção brasileira fez uma bela partida diante dos fortes espanhóis e após três derrotas seguidas em mundiais, conseguiu um empate

A seleção brasileira masculina ficou à frente no placar no último minuto, mas a Espanha empatou (IHF/Divulgação)

Brasil empata em boa estreia contra a Espanha

Oito jogos encerraram nesta sexta-feira (15) a primeira rodada do Mundial masculino de handebol, no Egito. Destaque para dois empates em 29-29, sendo que um deles do Brasil. Confira como foi:

Grupo B

O Brasil começou melhor na sua estreia contra a candidata ao título Espanha, abrindo 4-0, levando seu primeiro gol apenas com 8 min de jogo. goleiro brasileiro Rangel fazia ótima partida, mas os espanhóis encaixaram o jogo e com 20 min de jogo, empataram em 8-8. Já o goleiro espanhol Gonzalo Moreno crescia e a Espanha foi pro intervalo com vantagem de 16-13. No segundo tempo, foram abrindo e chegaram a ter uma vantagem de 6 tentos, com 24-18.

Os espanhóis iam levando punições de 2min e o Brasil soube aproveitar. Marcou 5 gols seguidos e encostou no placar com 24-23. Faltando 7 min, o Brasil empatou em 26-26 e os gols iam se alternando nos minutos finais. No último minuto, o Brasil anotou dois seguidos e virou com 29-28, mesmo estando com um jogador a menos. A Espanha acabou empatando no final para finalizar com 29-29. Foi o 4º mundial seguido que as duas equipes se enfrentaram e, após três derrotas, o Brasil chegou a um importante empate.

Pelo mesmo grupo, Polônia e Tunísia se enfrentaram em mais um jogo apertado, que terminou em 17-17 no 1º tempo. Liderados por Arkadiusz Moryto, que marcou 11 gols, a Polônia acabou vencendo com 30-28. Destaque negativo no jogo para os goleiros. Apesar da vitória, a Polônia só conseguiu defender 4 bolas no gol, 13% de aproveitamento. Moryto empatou na artilharia com o sueco Hampus Wanne.

Grupo A

Duas equipes fizeram sua estreia em Mundiais. E foram derrotadas. No jogo de abertura, a Alemanha passou por cima da equipe do Uruguai. Fez 16-4 no 1º tempo e fechou a partida com uma vantagem de 29 gols, de 43-14, sendo 9 gols de Timo Kastening, 72% de aproveitamento no ataque e 59% de na defesa dos goleiros. Johannes Bitter defendeu 9 de 13 bolas, 69%.

A equipe de Cabo Verde também fez sua estreia em Mundiais e conseguiu fazer um bom jogo contra a Hungria. Os húngaros abriram 5-0, mas os africanos encostaram em 5-4. A diferença aumentou para 19-14 no 1º tempo e os húngaros fecharam a partida com 34-27. A equipe africana contou com apenas 11 jogadores inscritos na partida.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Grupo C

A partida entre Qatar e Angola começou disputada com nenhuma equipe abrindo mais de 2 gols no 1º tempo e viu o Qatar com vitória parcial na 1ª metade de 14-13. No retorno, a equipe asiática marcou 3 seguidos para 17-13, mas logo os africanos devolveram os três, encostando em 17-16. Mais três gols seguidos do Qatar e a equipe seguiu administrando a vantagem para vencer com 30-25.

No jogo seguinte, o Japão mostrou que a preparação para os Jogos Olímpicos está muito boa. Após ficar em 24º e último no Mundial de 2019, o Japão começou muito bem neste. Chegou a abrir 7-2 sobre a forte Croácia e terminou o 1º tempo na frente com 17-14.

A vantagem japonesa seguia no 2º tempo, mas com 15 min pro fim, o time croata cresceu e conseguiu marcar algumas seguidas, empatando em 23-23. As bolas foram se alternando até o empate em 29-29. Um grande resultado japonês.

Grupo D

Argentina e República Democrática do Congo, também estreando em Mundiais, fizeram a partida de abertura do grupo em Cairo. O jogo foi muito apertado na primeira metade e a equipe africana foi pro vestiário com vantagem de 14-13 no intervalo. Mas a maior experiência argentina foi fundamental e os sul-americanos dominaram o 2º tempo para vencer com 28-22.

Fechando o dia, a campeã olímpica Dinamarca pegou a frágil equipe do Bahrain e venceu com muita tranquilidade. Os dinamarqueses tiveram um excelente aproveitamento de 77% no ataque para vencer com 10 gols do jovem de 21 anos Mathias Gidsen, em sua primeira competição internacional.

Mais em Os Olímpicos