Siga o OTD

Brasil faz ótima estreia e empata com a Espanha no Mundial

Handebol

Brasil faz ótima estreia e empata com a Espanha no Mundial

Mesmo desfalcado, Brasil faz grande jogo na estreia do Mundial contra a Espanha, cedendo empate só a oito segundos do fim

Que estreia! No primeiro jogo no Campeonato Mundial de handebol masculino, o Brasil teve uma grande atuação diante da atual campeã europeia Espanha. Depois de sair na frente e sofrer uma virada, a seleção voltou à frente do placar e por pouco não saiu vitoriosa, cedendo o empate a oito segundo do fim. Assim, a partida terminou em 29 a 29, resultado importante para a sequência da competição.

Haniel Langaro foi eleito o melhor jogador da partida, tendo marcado seis gols em 12 oportunidades, mesmo muito marcado. Além do camisa 37, outros jogadores do Brasil se destacaram, como Rogério Moraes, também com seis gols, e Rudolph Hackbarth e Gustavo Rodrigues, com cinco cada.

Vale lembrar que o Brasil, no entanto, não pôde contar com o capitão Thiagus Petrus, o goleiro Ferrugem, o ponteiro Felipe Borges, o treinador Marcus “Tatá” Oliveira e mais quatro membro da comissão, todos diagnosticados com coronavírus. Assim, o Brasil foi comandado pelos auxiliares Giancarlos Ramirez e Leonardo Bortolini. Além disso, Cleber Andrade também não foi relacionado para a partida, após sentir uma lesão.

O próximo jogo do Brasil no Mundial de handebol será já neste domingo (17), quando encara a Tunísia, às 14h (de Brasília), com cobertura ao vivo do Olimpíada Todo Dia.

O jogo

O Brasil começou muito bem na partida, indo para cima da Espanha e com um sistema defensivo bastante sólido. Assim, a seleção conseguiu abrir 3 a 0 com poucos minutos e dominava as ações. Aos poucos, entretanto, a campeã europeia começou a entrar no jogo, com o goleiro fechando a meta. Não demorou muito para eles equilibrarem as ações e empatarem. E aos 20 minutos, os espanhóis passaram a frente pela primeira vez.

+Veja a tabela completa do Mundial de handebol

Mesmo assim, o Brasil se manteve firme em quadra, liderados por Gustavo Rodrigues, que marcou quatro gols, artilheiro da seleção no primeiro tempo. Haniel Langaro, com três gols, Henrique Teixeira e Rogerio Moraes, com dois cada, também foram bem. Assim, a equipe do Brasil foi para o intervalo com três gols a menos que a Espanha, 16 a 13, mas ainda vivo no jogo.

A segunda etapa começou equilibrada, mas com a Espanha melhor em quadra, contando com a ótima atuação do goleiro e aproveitando mais as chances do que o Brasil. Com isso, a equipe europeia conseguiu abrir vantagem mais confortável, que ficava na casa dos cinco gols.

+‘Bolha do Covid’ escancara o abandono do handebol brasileiro

Com cerca de metade do segundo tempo, a defesa brasileira melhorou e o ataque errou menos, diminuindo a diferença para um gol e voltando para o jogo. A partida ficou aberta até o fim, com o Brasil empatando e passando a frente novamente nos minutos finais. Com oito segundos para o fim, a Espanha conseguiu o gol de empate, que determinou o resultado do jogo.

Brasil e Espanha - Brasil Mundial de handebol
(twitter/Egypt2021)

Retrospecto

Na última participação em um Mundial de handebol, o Brasil fez história. Em janeiro de 2019, o time comandado por Washington Nunes terminou a competição em nono lugar depois de vencer quatro equipes europeias no torneio disputado na Alemanha e na Dinamarca. 

Mas, apesar do feito histórico, o ano de 2019 não teve um saldo todo positivo. Nos Jogos Pan-Americanos de Lima, o Brasil não conseguiu ficar com o ouro, perdendo na semifinal para o Chile, o que complicou a classificação para os Jogos Olímpicos. 

A competição

O Campeonato Mundial de handebol masculino acontecerá entre os dias 13 e 31 de janeiro de 2021 e contará, pela primeira vez, com 32 seleções. Na primeira fase, os três melhores de cada chave seguem para a segunda fase, que ainda não tem os cruzamento definidos.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

A Dinamarca é a atual campeã do Mundial de handebol, que terá também a França, maior vencedora da competição com seis títulos. Vale lembrar ainda que República Tcheca e Estados Unidos desistiram de disputar o torneio após surtos de coronavírus em suas equipes. No lugar deles, estarão, respectivamente, Macedônia do Norte e Suíça.

REVEJA: BRASIL X ESPANHA – MUNDIAL DE HANDEBOL MASCULINO

Mais em Handebol