Siga o OTD

Time Nissan se prepara para Tóquio

Tóquio 2020

Com união e ajuda mútua, Time Nissan atravessa pandemia e chega aos Jogos

Com 10 atletas confirmados nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, Time Nissan comenta sobre a importância da equipe

Divulgação

Com união e ajuda mútua, Time Nissan atravessa pandemia e chega aos Jogos

Com 10 atletas confirmados nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio e uma disputando a vaga nesta semana, o Time Nissan está em reta final de preparação para o Japão. Na tarde desta quarta-feira (9), parte do grupo olímpico patrocinado pela marca comentou como está a preparação para a ida para Tóquio.

“Nossa parceria de longo prazo com os atletas do Time Nissan nos permitiu acompanhar e apoiar os esforços deles para chegarem até esse importante momento. O desempenho nas recentes competições e classificações nos indicam que nossos guerreiros estão preparados para enfrentar os desafios no Japão e têm grandes chances de trazer medalhas para casa”, disse Humberto Gómez, diretor de Marketing da Nissan do Brasil.

-Ana Sátila, Pepê e mais cinco brasileiros disputam Copa do Mundo em Praga

“Somos uma família”

Composto por Ágatha e Duda, do vôlei de praia, Ana Marcela Cunha, da maratona aquática, Renato Rezende, do ciclismo BMX, Hugo Calderano, do tênis de mesa, Ygor Coelho, do badminton, Petrúcio Ferreira e Veronica Hipólito, do atletismo paralímpico, Jane Karla Gogël, do tiro com arco paralímpico, e Susana Schnarndorf, da natação paralímpica, o Time Nissan chegará em peso em Tóquio. Desde o inpicio do ciclo, os atletas do grupo já conquistaram 175 medalhas internacionais. Foram 94 ouros, 43 pratas e 38 bronzes.

Petrúcio Ferreira é o homem mais rápido do esporte paralímpico e pode competir com atletas convencionais
Petrúcio Ferreira é o homem mais rápido do esporte paralímpico e pode competir com atletas convencionais. Foto: Divulgação/CPB

Recordista mundial da classe T47 e paralímpico mais rápido do planeta, Petrúcio Ferreira define o Time Nissan de maneira simples e direta. “Somos uma família, o Time Nissan nos dá a sensação de família. Estou ansioso, querendo a Paralimpíada, mas acompanhar todos desse nosso time me ajudam aq controlar tudo e focar nos treinos até o Tóquio, comentou o corredor que está garantido no Japão por conta do título mundial conquistado em 2019.

Outro nome histórico do paradesporto brasileiro, Susana Schnarndorf sofreu bastante com a pandemia. Por conta da sua deficiência, a nadadora tem Atrofia de Múltiplos Sistemas, Susana não pode parar de treinar e, por conda da Covid-19, ela literalmente viajou por todo o Brasil em busca de lugares disponíveis para treino. Nesmo momento, segundo a paratleta, o Time Nissan foi extremamente importante no processo.

“Eu fui indo pelo Brasil mesmo. Passei pelo Rio Grande do Sul, fui pro Rio de Janeiro, voltei para São Paulo, onde dava para treinar eu estava. Nesse momento, ter o Time Nissan, ver todos enfrentando e se dando força para conseguir seguir junto e focado, foi muito iimportante para mim”, comentou a paratleta que conquistou o índice na última semana na seletiva nacional.

Susana Schnarndorf
Divulgação/Nissan

Os atletas e a Nissan

Apesar de contar com 11 atletas, o Time Nissan conta com 12 patrocinados. Isso porque Clodoaldo Silva, lenda da natação paralímpica mundial, é o mentor de toda a equipe. Dono de 14 medalhas paralímpicas e nove títulos mundiais, o ex-nadador explica a importância da relação entre a empresa e os atletas.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK

“Estou no Time Nissan desde o início, desde 2012, e a forma como a empresa olha para o esporte é extremamente importante. Diferente de outas empresas, a Nissan manteve seu time de atletas olímpicos e paralímpicos para Tóquio. Ela manteve o suporte, seguiu com a gente e os frutos disso vão aparecer na Olimpíada do Japão”.

Mais em Tóquio 2020