Siga o OTD

Tóquio 2020

Títulos, conquistas e decepção: o resumo do fim de semana

Fim de semana olímpico foi cheio de emoções, com conquistas em várias modalidades e também decepção no basquete feminino. Confira o resumo

França x Brasil - Pré-Olímpico de basquete feminino
(Foto: Divulgação/CBB)

Que fim de semana para o esporte olímpico. Os brasileiros puderam acompanhar vários atletas brasileiros em ação e vibrar com as várias conquistas nas mais variadas modalidades. Teve vaga garantida em Tóquio para o futebol masculino, teve tricampeonato de Hugo Calderano, teve medalhas no judô, mas teve também a terceira e decisiva derrota do basquete feminino. E teve muito mais.

Por isso, o Olimpíada Todo Dia preparou um resumo com todas as emoções do fim de semana para você ficar por dentro de tudo. Confira!

Futebol: Partiu Tóquio!

Na última rodada do quadrangular do Pré-Olímpico de futebol masculino, a missão era clara: ganhar ou ganhar. E eles cumpriram. A seleção fez seu melhor jogo no torneio, venceu a campeã Argentina por 3 a 0 e garantiu a vaga em Tóquio 2020.

Mais futebol: Brasil é campeão da Liga Sul-Americana

Neste domingo (9), a Seleção Brasileira Feminina Sub-20 conquistou o título da Liga Sul-Americana ao vencer a Venezuela por 2 a 0, em San Felipe (VEN). Com gols de Duda e Micaelly, a Canarinho conquistou o segundo triunfo no triangular final da competição, faturando o título.

Tênis de mesa: Copa Pan-Americana verde e amarela

O Brasil brilhou na final da Copa Pan-Americana na noite do último domingo (09), em Guaynabo, Porto Rico. Hugo Calderano, atual sétimo melhor jogador do mundo, e Gustavo Tsuboi, número 40 do ranking mundial, decidiram o título, repetindo a final de 2018.

E Calderano levou a melhor, conquistando o tricampeonato do torneio e completando seu 39° jogo sem perder em competições internacionais nas Américas. Além disso, os dois se classificaram para a Copa do Mundo Masculina da modalidade, de 16 a 18 de outubro, em Dusseldorf, na Alemanha.

Tênis: Quatro títulos brasileiros

A temporada 2020 começou com saldo positivo para o tênis brasileiro. Só no último fim de semana, foram quatro títulos: Mateus Alves e Igor Marcondes faturaram o troféu de duplas do ITF de Cancún, assim como Ingrid Gamarra e Thaisa Pedretti.

Ingrid, porém, não parou por aí. Ela ainda foi campeã de simples do torneio, somando agora cinco taças na carreira, todas elas conquistadas na capital mexicana. E para fechar o fim de semana, Marcelo Demoliner também levantou o troféu de campeã de duplas no ATP 250 de Córdoba.

Judô: Dois bronzes no Grand Prix de Paris

No primeiro dia de competição, no sábado (8), duas brasileiras avançaram à fase final do Grand Prix e acabaram se enfrentando na briga pela medalha de bronze. E quem levou a melhor foi a jovem Larissa Pimenta sobre a veterana Sarah Menezes, conquistando a primeira medalha do Brasil.

No segundo dia, no domingo (9), Beatriz Souza faturou mais um bronze para o Brasil, enquanto Rafael Silva perdeu a chance de levar a terceira medalha bronzeada do país no Golden Score. E teve ainda a queda da invencibilidade do francês Teddy Riner após 10 anos.

Basquete: Seleção Feminina não vai a Tóquio

Pela primeira vez desde 1992, o Brasil não disputará os Jogos Olímpicos no basquete feminino. A seleção feminina foi derrotada pela Austrália, vice-campeã mundial, na terceira rodada do Pré-Olímpico de Bourges, cidade francesa, na manhã de domingo (9), por 87 a 72, chegou a sua terceira derrota e ficou no último lugar no grupo do pré-olímpico. Como somente os três primeiros colocados avançam, o Brasil vê Austrália, França e Porto RIco carimbarem o passaporte para Tóquio.

Vôlei de praia: Pódio completo no Chile

As duplas brasileiras largaram bem no Circuito Sul-Americano de vôlei de praia 2020, conquistando medalhas de ouro, prata e bronze neste domingo (09.02), na etapa de Coquimbo (Chile). Andressa e Vitoria (PB/RJ) subiram ao lugar mais alto do pódio já no segundo torneio da dupla recém-formada. No masculino, Ricardo/Vitor Felipe (BA/PB) ficou com a medalha de prata, e Pedro Solberg/Guto (RJ) com o bronze.

Ginástica Rítmica: saldo positivo no GP de Moscou

A Seleção Brasileira encerrou no domingo (9) sua participação no Grand Prix de Moscou de Ginástica Rítmica, primeira competição de 2020 e que tem como principal objetivo a participação no Pan-Americano Pré-Olímpico, última oportunidade de classificação do Conjunto para a Tóquio 2020.

Na prova das cinco bolas, o Brasil terminou em sexto lugar, enquanto na série mista (três arcos e dois pares de maças), ficou na quinta posição. As brasileiras finalizaram a competição geral no sábado (8) também em quinto lugar, com 52,500. Neste total, está incluída a melhor nota obtida pela Seleção no atual ciclo olímpico, com os 26,400 na prova de cinco bolas realizada na sexta-feira (7).

Mais em Tóquio 2020