Siga o OTD

Tóquio 2020

Nathasha Rosa tem liberação confirmada e está garantida em Tóquio

Nathasha Rosa consegue liberação após conseguir reverter suspensão e representará o levantamento de peso
do Brasil em Tóquio

Reprodução

Nathasha Rosa tem liberação confirmada e está garantida em Tóquio

Está confirmado, o Brasil tem mais uma atleta garantida em Tóquio! A Federação Internacional de Levantamento de Peso (IWF) confirmou, nesta terça-feira (6), a classificação de Nathasha Rosa (feminino 49kg), que se junta à Fernando Reis (masculino +109kg) e Jaqueline Ferreira (feminino 87kg) entre os pesistas do Brasil na prova olímpica.

Nathasha Rosa conquistou a classificação entrando na vaga de melhor atleta das Américas. No entanto, a confirmação veio apenas nesta terça. Isso porque a atleta obteve um teste positivo para substância uma proibida, em exame realizado no mês de março e foi suspensa na ocasião.

+ Calderano exalta preparação mental mental e se vê pronto para Tóquio

No começo de maio, a IWF adicionou o nome de Nathasha Rosa na lista de atletas suspensos por doping após ter sido flagrada em um exame antidoping com um resultado analítico adverso em exame antidoping realizado no dia 31 de março, fora do período de competição. As substâncias proibidas encontradas foram substâncias hidroclorotiazida e o metabólito cloraminofenamida, que podem ser usados como agentes mascarantes.

A situação mudou apenas na última semana, quando a atleta recebeu o sinal verde após conseguir uma liminar que levantou a sua suspensão provisória advertida pela IWF. Apesar da liberação para Tóquio, seu caso ainda não foi julgado, o que inclusive pode acontecer antes do início dos Jogos e alterar toda a situação.

Nathasha Rosa levantamento de peso Tóquio
Nathasha Rosa participará de primeira edição olímpica (Washington Alves/Light Press/CBL)

No entanto, não é o que aposta a defesa da atleta. Segundo Marcelo Franklin, advogado de Nathasha, a expectativa é de que o “levantamento” da suspensão indica que a atleta deve ser inocentada. “Queremos que o novo julgamento da atleta seja realizado antes dos Jogos Olímpicos para que ela seja completamente absolvida antes de competir”, declarou em contato com o OTD.

Será a primeira Olimpíada de Nathasha Rosa, que conquistou, recentemente, medalha de prata no arranco do Campeonato Pan-Americano, em Santo Domingo. Nos Jogos Pan-Americanos de Lima, ela ficou em quarto lugar.

Nem todos tiveram a mesma sorte

Outros atletas que tentaram a classificação após serem punidos por antidoping não tiveram o mesmo sucesso, Serafim Veli (masculino 96kg), que tinha as maiores esperanças de fazer parte do seleto grupo de pesistas que estarão em Tóquio, ficou fora da lista. A Colômbia foi punida por conta do alto número de testes positivos no ciclo olímpico. Jhonathan Rivas Mosquera, que estaria entre os oito melhores do mundo, não poderá participar, o cubano Olfides Vera entrou em seu lugar, mas a vaga foi realocada para outro continente, atrapalhando os planos do atleta do Brasil.

As outras duas atletas que ainda aguardavam classificação – Luana Madeira (49kg) e Rosane Santos (55kg) – também não foram confirmadas nos Jogos de Tóquio.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Com isso, o levantamento de peso do Brasil está confirmado para Tóquio com três atletas, já que Fernando Reis (+109kg) e Jaqueline Ferreira (-87kg) já haviam carimbado as suas vagas anteriormente.

Mais em Tóquio 2020