Siga o OTD

Hungria polo aquático toquio-2020

Laguna Olímpico

Mesmo com pandemia em alta, corrida rumo a Tóquio-2020 segue firme

Balanço do mês de janeiro mostra que cerca de 60% das vagas disponíveis em todas as modalidades já foram preenchidas

As meninas da seleção da Hungria comemoram a classificação para a Olimpíada de Tóquio (Divulgação/Fina)

Mesmo com pandemia em alta, corrida rumo a Tóquio-2020 segue firme

A pandemia do coronavírus segue sem dar tréguas, aumentando também a incerteza sobre a realização de Tóquio-2020. Mesmo assim, o ritmo em busca das vagas dos Jogos Olímpicos tem sido intenso. De acordo com o próprio COI (Comitê Olímpico Internacional), ao final do mês de janeiro um total de 61% das vagas disponíveis em todas as modalidades estavam definidas.

No dia 24 de janeiro, por exemplo, o polo aquático feminino fechou a lista de participantes da Olimpíada. Hungria e Holanda obtendo as últimas vagas disponíveis durante o Pré-Olímpico realizado em Trieste, na Itália.

+ O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar
+ Curta a página do blog no Facebook
+ O blog também está no Instagram. Siga

Ainda em fevereiro, se não ocorrer nenhuma surpresa negativa pela Covid-19, outras duas modalidades terão novos classificados. No polo aquático masculino, onde o Brasil ainda busca autorização para viajar em razão das restrições sanitárias, haverá o Pré-Olímpico em Roterdã, na Holanda, a partir do dia 14. A competição definirá as três últimas vagas para Tóquio.

Já entre os dias 18 e 24, será conhecido mais um classificado no torneio feminino de futebol, com a disputa do playoff entre Camarões e Chile. A última vaga, que seria definida na mesma semana, sairá só em abril, no confronto entre Coreia do Sul e China, pelo playoff da Ásia. As partidas foram adiadas pela Fifa em razão do estágio da pandemia na região.

Modalidades definidas

Neste momento, já estão com todos os classificados definidos em apenas cinco modalidades. São elas o ciclismo estrada, ciclismo pista, hipismo (adestramento, CCE e saltos), hóquei sobre grama e vôlei.

Até 29 de junho, 25% das vagas serão definidas em torneios de qualificação organizados pelas respectivas federações internacionais. Por fim, os últimos 14% dos atletas de Tóquio-2020 serão selecionados através de rankings específicos em suas modalidades.

No caso do Brasil, a retomada da corrida olímpica em várias modalidades servirá para aumentar a delegação que irá aos Jogos. As vagas mais próximas de serem conquistadas são as do polo aquático masculino (caso a seleção masculina consiga desembarcar em Roterdã para o Pré-Olímpico), e o handebol masculino, que em março buscará um dos dois lugares em disputa no torneio qualificatório contra Noruega (país-sede), Chile e Coreia do Sul.

Até o momento, o Brasil tem 180 atletas classificados para a Olimpíada de Tóquio.

Mais em Laguna Olímpico