Siga o OTD

Gabriela Chibana e Eric Takabatake

Tóquio 2020

Gabriela Chibana e Eric Takabatake são eliminados na 2ª luta nos Jogos Olímpicos

Gabriela Chibana foi superada por Distria Krasniqi, do Kosovo, que é a líder do ranking mundial. Eric Takabatake perdeu para Wom Jin Kim, da Coreia do Sul.

Twitter/timebrasil

Gabriela Chibana e Eric Takabatake são eliminados na 2ª luta nos Jogos Olímpicos

Não deu! Com chaveamento difícil, Gabriela Chibana e Eric Takabatake tiveram uma boa estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, mas acabaram perdendo na 2ª luta. No feminino, Chibana perdeu para a líder do ranking mundial por ippon. Já entre os homens, Takabatake foi superado pelo 6º do ranking. Com a derrota no segundo combate, os dois brasileiros não tiveram a chance de disputar a repescagem.

O dia dos brasileiros

Gabriela Chibana começou com tudo os Jogos Olímpicos. No combate que abriu o judô em Tóquio, a brasileira precisou de 14 segundos para superar Harriet Bonface, do Malawi, por ippon. Com o resultado, Chibana seguiu para a segunda rodada da Olimpíada. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Na segunda luta, Gabriela Chibana teve pela frente Distria Krasniqi, do Kosovo, que é a líder do ranking mundial da categoria. No duelo, a brasileira acabou sendo dominada e sentiu um pouco a imposição física da adversária. Desta forma, Krasniqi conseguiu um ippon e eliminou Chibana dos Jogos Olímpicos de Tóquio. 

“Ainda não dá para falar muito. Queria poder fazer mais. Não sei muito o que falar. Entrei pensando em uma luta de cada vez. Eu dei tudo que poderia ter dado. Na primeira luta foi judô. Foi um golpe natural que eu fui e fiz, não tem nem como explicar. Na segunda eu sabia que ela era muito forte. Respeitei a estratégia e ela estava dando certo, mas ela conseguiu o golpe e eu cai”, comentou Gabriela Chibana após a eliminação.

-Confira TUDO que você precisa saber dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Eric Takabatake

Eric Takabatake também teve vida tranquila na abertura dos Jogos Olímpicos. No duelo contra Soukphaxay Sithisane, de Laos, o brasileiro teve um começo estudado e conseguiu dois waza-ari. Desta forma, o ippon foi confirmado e a vaga na próxima fase também. 

No duelo seguinte, Eric teve pela frente Wom Jin Kim, da Coreia do Sul. No duelo, Kim foi dominante nos primeiros minutos e conseguiu forçar duas punições contra o brasileiro. Pressionado e não podendo ser punido mais uma vez, Eric cresceu e colocou o adversário em dificuldade. Na reta final do tempo normal, os dois judocas apostaram na luta estudada e mantiveram o 0 a 0, levando a definição para o golden score.

Twitter Time Brasil

Nele, onde quem fizer o primeiro ponto ganha, Eric Takabatake seguiu melhor e chegou a encaixar um golpe, que Kim conseguiu escapar. Com mais de três minutos de luta no ponto de ouro, o coreano conseguiu a projeção e eliminou o brasileiro dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

“Foi muito sacrificante chegar aqui. Independente se foi no golden score ou nos primeiros segundos, é uma derrota. Só posso agradecer todo mundo que me ajudou a chegar aqui, porque eu não estava sozinho. Judô é isso, em um segundo a luta mudar. Acredito que Paris para mim já fica muito difícil. Eu não vou parar, mas acredito que fica muito complicado”, disse Takabatake.

+RECEBA NOTÍCIAS NO NOSSO CANAL NO TELEGRAM OU PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

“Eu não fiquei nervoso em nenhum momento. Só pensava que estava numa Olimpíada e isso só me deixava feliz. Queria estar no tatame, mentalizei que era mais uma competição como qualquer outra e isso foi o diferencial. Tudo eu vou levar como um sonho. Desde a chegada para aclimatação, tudo eu vou levar como um sonho. Sinceramente isso aqui foi um parque de diversões”, finalizou o judoca.

Mais em Tóquio 2020