Siga o OTD

beatriz souza medalha de prata grand slam de tashkent

Judô

Beatriz Souza conquista a medalha de prata no Grand Slam de Tashkent

Beatriz Souza vence três lutas, mas perde para a japonesa Akira Sone na final e fica com a medalha de prata no Grand Slam de Tashkent

Beatriz Souza conquista a medalha de prata no Grand Slam de Tashkent

Depois de três vitórias nas eliminatórias, Beatriz Souza se classificou para disputar a medalha de ouro contra a japonesa Akira Sone. Numa luta muito equilibrada na final, a brasileira acabou levando três punições, foi derrotada e ficou com a medalha de prata.

“Essa medalha é muito importante para mim. Mostra como a minha dedicação, meu trabalho nos treinos estão dando certo. Sobre fazer esse randori com a Sone, que vai estar em Tóquio, eu vejo que estou no caminho certo, me preparando cada vez mais e, chegar lá, a história vai ser outra”, analisou Beatriz após subir ao pódio em seu primeiro Grand Slam no ano olímpico.  

Foi o melhor resultado brasileiro no Grand Slam de Tashkent, já que Larissa Pimenta na sexta e Ellen Santana no sábado chegaram até a disputa da medalha de bronze, mas foram derrotadas e terminaram em quinto lugar.

Foi também a segunda medalha seguida do Brasil em Grand Slam na categoria acima de 78 kg feminina em 2021. Há duas semanas, Maria Suelen Altheman faturou o bronze em Tel Aviv.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Beatriz Souza precisou vencer três lutas para chegar à disputa da medalha de ouro. Na estreia, contra a espanhola Sara Alvarez, a brasileira liderava com um wazzari, conseguido a 45 segundos do fim do combate, mas logo em seguida, ela derrubou a adversária de costas no chão para vencer por ippon.

Nas quartas de final, Beatriz Souza conseguiu outra vitória por ippon sobre a russa Anzhela Gasparian. A luta durou apenas 25 segundos, tempo suficiente para a brasileira projetar a adversária de costas no chão.

Na semifinal, Beatriz Souza venceu a terceira luta seguida por ippon ao derrotar a tunisiana Nihel Cheikh Rouhou, que foi punida com três shidos, dois por falta de combatividade e um por postura defensiva.

Além de Beatriz Souza, o Brasil contou com a participação de mais três judocas neste domingo no Grand Slam de Tashkent. Rafael Buzacarini, na categoria até 100 kg, venceu o dinamarquês Mathias Madsen, que levou três shidos na estreia, mas parou em Muzaffarbek Turoboyev, do Uzbequistão, nas oitavas de final.

Na categoria acima de 100 lg, Rafael Silva também parou nas oitavas de final após vencer o esloveno Vito Dragic na estreia e perder para o finlandês Martti Puumalainen. Na mesma chave, David Moura foi eliminado na estreia por Iurii Krakovetskii, do Quirguistão.

Mais em Judô