Siga o OTD

Judô

Larissa Pimenta perde bronze para vice-campeã olímpica e fica em quinto

Larissa Pimenta conseguiu o melhor resultado do Brasil na estreia do Grand Slam de Tashkent, que teve também o 7º. lugar de Jéssica Pereira como destaque

Larissa Pimenta do judô contra Uta Abe
Rafal Burza/CBJ

Larissa Pimenta, do Time Ajinomoto, foi o principal nome do Brasil na abertura do Grand Slam de Tashkent de judô. Depois de três vitórias seguidas, ela perdeu na semifinal para a campeã mundial, a japonesa Uta Abe, e na disputa pelo terceiro lugar para a vice-campeã olímpica, a sul-coreana Boyeong Jeong, ficando na quinta colocação.

Quem também conseguiu um bom resultado foi Jéssica Pereira, que chegou até as quartas de final, perdeu na repescagem e terminou na sétima colocação. Felipe Kitadai foi até as oitavas de final, enquanto Gabriela Chibana, Eric Takabatake e Ketelyn Nascimento foram eliminados na primeira luta.

LARISSA PIMENTA – 52 KG

Na categoria até 52 kg, Larissa Pimenta estreou contra a turca Irem Korkmaz e conseguiu um lindo golpe a 32 segundos do final do tempo regulamentar para jogar a adversária de costas no chão e conseguir o ippon.

Nas oitavas de final, a vitória de Larissa Pimenta vaio só no Golden score contra a alemã Annika Wurfel. Depois de empate no tempo normal, a brasileira lutou mais 3min35 até conseguir jogar a adversária no solo e vencer sua segunda luta seguida por ippon.

Nas quartas de final, Larissa Pimenta venceu por wazzari a suíça Fabienne Kocher e avançou para a semifinal.

A adversária por uma vaga na final foi a japonesa Uta Abe, atual campeã mundial, e a brasileira acabou sendo derrotada por ippon.

Com a derrota, Larissa Pimenta foi disputar a medalha de bronze contra a sul-coreana Boyeong Jeong, vice-campeã olímpica na Rio-2016. No combate, a brasileira sofreu três punições e acabou perdendo a luta, ficando na quinta colocação.

JÉSSICA PEREIRA – 57 KG

A estreia de Jéssica Pereira foi contra a usbeque Shukurjon Aminova, que levou três punições e perdeu por ippon.

Nas oitavas de final, Jéssica Pereira já tinha um wazzari e depois conseguiu um ippon para superar a russa Daria Mezhetskaia.

Nas quartas de final, no entanto, não conseguiu superar a japonesa Momo Tamaoki, que venceu por ippon.

Com a derrota, Jéssica Pereira foi para a repescagem. Ela precisava vencer Marica Perisic, da Sérvia, para disputar o bronze, mas levou três shidos e acabou perdendo por ippon no golden score.

+Maria Suelen fatura bronze e impede Brasil de passar em branco em Tel Aviv

KETELYN NASCIMENTO – 57 KG

Na mesma categoria de Jéssica Pereira, Ketelyn Nascimento não passou da estreia. Ela perdeu para a sul-coreana Jisu Kim, que conseguiu um ippon com apenas 2min26 de luta.

FELIPE KITADAI – 60 KG

Felipe Kitadai venceu na estreia o americano Adonis Diaz, que levou três punições e perdeu por ippon.

A segunda luta de Felipe Kitadai durou apenas 1min55. O brasileiro conseguiu logo um Nippon contra o ucraniano Artem Lesiuk e avançou para as oitavas de final.

Nas oitavas de final, a luta contra Jaba Papinashvli foi equilibrada. Depois de empate no tempo regulamentar, a decisão foi para o golden score, mas Felipe Kitadai levou ippon com 25 segundos de desempate.

ERIC TAKABATAKE – 60 KG

Também na categoria até 60 kg, Eric Takabatake não passou da luta de estreia contra o usbeque Kemram Nurillaev, que venceu por ippon em apenas 1min59s de combate.

GABRIELA CHIBANA

Em sua 1ª competição após cirurgia no joelho, Gabriela Chibana 48kg começou bem na luta com Anne Jura, da Bélgica, impondo duas punições à adversária, mas sofreu um contra-golpe que garantiu o waza-ari e a vitória da judoca europeia na 1ª rodada.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Mais em Judô