Siga o OTD

Michel Macedo encerra participação em PyeongChang nesta quarta

Jogos Olímpicos de Inverno

Com dores no joelho, Michel Macedo não disputa Super G

Com dores no joelho, Michel Macedo não disputa Super G

O brasileiro Michel Macedo optou por se poupar para as disputas do Slalom Gigante e Slalom Especial, ambas do esqui alpino, nos Jogos de Pyeongchang.

Com um desconforto no joelho esquerdo, o mesmo que vem sendo tratado desde o dia 6, o atleta de esqui alpino, Michel Macedo, ficou de fora da prova de Super G dos Jogos Olímpicos de Pyeongchang 2018. O brasileiro testava a pista de Jeongseon Alpine Centre, nesta sexta-feira, momentos antes da prova quando sentiu o joelho.

Após reunião com seu técnico, Lloyd Scroggings, além da avaliação do médico da delegação brasileira, Roberto Nahon, ficou definido que o atleta não participaria do Super G para se poupar para as duas outras provas em que também está inscrito – o Slalom Gigante, neste sábado, dia 17, e o Slalom Especial, dia 21.

“Michel pediu uma avaliação na base da montanha, pois ainda está em recuperação da inflamação causada pela queda. Na avaliação, ele alegou que estava com dor. Como essa prova demanda muita velocidade e força, decidimos por poupá-lo para que ele não corresse o risco de perder o restante dos Jogos”, relatou Dr. Roberto Nahon.

O Super G é uma prova onde os atletas atingem velocidades altas porque o percurso é caracterizado por longas retas e grandes distâncias entre as portas (passagens obrigatórias). Já o slalom gigante e o slalom especial são consideradas provas técnicas, onde a velocidade e o risco de queda são menores.

“Senti dor durante a inspeção da pista hoje de manhã. A pista está bem dura e eu não estou me sentindo cem por cento para uma prova como o Super G. Essa prova exige muito da perna e do joelho”, disse Michel. “Para não arriscar uma lesão que me tire das outras provas, eu preferi deixar essa passar e competir nas duas próximas. Eu fico muito mais confortável fazendo as provas técnicas. Vou seguir no tratamento e me preparar para disputar as provas que faltam”, completou o jovem de 19 anos.

Mais em Jogos Olímpicos de Inverno