Siga o OTD

Pequim 2022

Anders Pettersson chefiará missão brasileira em Pequim

Ex-atleta e atual presidente da Confederação Brasileira de Desportos na Neve foi anunciado exatos dois meses antes da Cerimônia de Abertura dos Jogos na capital chinesa

Anders Pettersson chefe Missão Brasileira Jogos Olímpicos de Inverno Pequim 2022 Paulo Wanderley
Anders Pettersson, à esquerda, e Paulo Wanderley (COB)

Faltando exatamente dois meses para a Cerimônia de Abertura dos próximos Jogos Olímpicos, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) anunciou que Anders Pettersson, presidente da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN), será o chefe da Missão em Pequim 2022. Com histórico de atleta do cross country e chefe de equipe em outras Missões, Anders é considerado um dos dirigentes mais preparados para ocupar o cargo e liderar a delegação na segunda edição olímpica sobre contexto pandêmico.

“O COB entende que os esportes de inverno, tanto de neve quanto de gelo, são muito específicos, de alto complexidade e não temos muitas pessoas no Brasil com a capacidade de exercer a função como o Anders. Indicamos por mérito e competência”, disse Paulo Wanderley. “Queria também destacar o Matheus Figueiredo, presidente da CBDG, que será chefe de equipe das modalidades de gelo, que também é um especialista e muito competente administrativamente falando. Não são apenas dirigentes, mas realmente conhecedores das modalidades. Foi uma decisão da instituição reconhecendo a especialidade que eles têm, realmente meritocrática”, completou.

+ 2021: O ano de ouro do esporte olímpico brasileiro

“Eu recebi a indicação com muita honra, felicidade, satisfação e vontade de entregar os resultados esperados pelo COB. A prioridade é cuidar bem dos atletas, dar as condições para que eles desenvolvam suas atividades com segurança, priorizando sempre a saúde. Dentro disse, evoluir nos resultados esportivos nos Jogos que começam daqui a dois meses”, disse o chefe da missão na China.

Carioca filho de suecos

Anders é carioca, filho de suecos que vieram para o Brasil ficar 5 anos e nunca mais saíram. Começou a praticar o esqui cross country há mais de 20 anos e, com o tempo, migrou para a gestão esportiva, entrando na CBDN para cuidar da modalidade. Depois assumiu a condução do esqui nórdico e, posteriormente, foi eleito vice-presidente da entidade e há três é presidente da CBDN. É formado em Economia e Administração, com uma carreira consolidada na indústria, no ramo da controladoria e como conselheiro administrativo. Com a experiência de gestor, o chefe da Missão analisou o cenário e estabeleceu metas.

“Espero quebrar o recorde do Brasil em termos de número de largadas e evoluir nos desempenhos pessoais e de pontos nas modalidades que vamos competir. Teremos uma inédita participação de duas atletas de esqui cross country que possibilitam a primeira participação em uma prova por equipes na neve, o team sprint, e para isso, tivemos que ficar entre os 30 melhores países do mundo na modalidade. Isso ajuda a mostrar que a diferença para os principais países está diminuindo em várias modalidades. Fazemos um planejamento a longo prazo e muitos dos atletas que estarão em Pequim 2022, chegarão com um nível competitivo alto em 2026, em Milão-Cortina”, completou.

Nona missão

Pequim 2022 será a nona participação brasileira em Jogos de Inverno, iniciada em Albertville 92. Até hoje, 35 atletas do Brasil, sendo dez mulheres, em oito esportes, participaram da competição. O recorde do país foi em Sochi 2014, com 13 atletas em sete modalidades. A melhor colocação brasileira na história veio em Turim 2006 com o nono Iugar de Isabel Clark no snowboard cross.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Os Jogos Olímpicos de Inverno acontecem de 4 a 20 de fevereiro e a Cerimônia de Abertura será realizada no Estádio Nacional de Pequim, o Ninho de Pássaro. O Brasil já tem quatro vagas garantidas no evento: três no esqui cross country, sendo duas no feminino e uma no masculino, e uma no esqui alpino masculino. Os representantes do Brasil serão definidos no dia 17 de janeiro, após o fechamento do ranking da FIS. Jaqueline Mourão, que pode chegar a sua 8ª participação olímpica entre Verão e Inverno, Bruna Moura, Eduarda Ribera e Mirlene Picin disputam as vagas no feminino, enquanto Manex Silva e Steve Hiestand são os principais nomes entre os homens. Na neve, o Brasil também busca classificação no esqui freestyle com Sabrina Cass e os irmãos Dominic e Sebastian Bowler, e no snowboard com Augustinho Teixeira e Noah Bethonico.

Nas modalidades de gelo, as principais chances de classificação são com a equipe de bobsled, Marina Tuono, do monobob, e Nicole Silveira, do skeleton. Esta última, com as cinco vitórias em cinco etapas da Copa América praticamente assegurou a vaga.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Pequim 2022