Siga o OTD

Ginástica Rítmica

Ginástica rítmica conquista três ouros e soma oito medalhas

Ginástica rítmica ganha oito medalhas, sendo três de ouro, três de prata e dois bronzes

ginástica rítmica pan júnior cáli
(Foto: Ricardo Bufolin)

Fim do Pan Júnior de Cáli-2021 e em grande estilo. A ginástica rítmica fez bonito e conquistou oito medalhas no encerramento da competição em solo colombiano. Destaques para os três ouros conquistados. A primeira dourada veio no conjunto 5 fitas, enquanto Maria Alexandre brilhou com dois ouros, na bola individual e na maças individual.

Maria Alexandre ainda conquistou uma prata no arco, o conjunto brasileiro foi prata nas 5 bolas e Isadora de Oliveira terminou com uma prata (fita individual) e dois bronzes (bola individual e maças individual).

Ou seja, a ginástica rítmica do Brasil medalhou nas seis provas em disputa no Pan Júnior de Cáli, sendo campeã em três.

+ Bruna Wurts é bronze e Erik Medziukevicius prata na patinação

Conjunto 5 fitas

O Brasil dominou neste aparelho. Com pontuação de 25.25, o conjunto brasileiro ficou com o ouro. O México somou 19.65 e ficou com a prata. Os Estados Unidos completaram o pódio com 17.65.

Bianca Reis, Gabryela da Rocha, Luiza Pugliese, Fernanda Heinemann e Julia Kurunczi representaram o Brasil na disputa.

Bola e maças

No aparelho, Maria Alexandre conseguiu 20.85 pontos na bola, conquistando a medalha de ouro. Isadora de Oliveira ficou em terceiro lugar com 20.35. As brasileiras repetiram as mesmas colocações na final das maças. Maria Alexandre foi ouro com 22.80 e Isadora repetiu o bronze com 20.45.

ginástica rítmica pan júnior cáli
Maria Alexandre e Isadora de Oliveira no pódio(Foto: Ricardo Bufolin)

Arco

Maria Alexandre foi prata na prova ao somar 21.00 e ficou cinco centésimos atrás da norte-americana Nayenne Ashenaffi (21.050). Isadora Carnielli ficou em quarto lugar com 18.600.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

5 bolas

Brasil e México tiraram a mesma nota final: 33.65. Só que ouro ficou com o México que teve uma nota de execução mais alta: 7.05 contra 6.85 das brasileiras. O bronze ficou com os Estados Unidos.

Fita

Depois de dois bronzes, Isadora de Oliveira conseguiu uma prata no aparelho ao somar 18.45, enquanto Sarah Mariotti, dos Estados Unidos, foi ouro com 18.75. O bronze ficou com a mexicana Sofia Perez Berdejo (17.95).

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Ginástica Rítmica