Siga o OTD

Vinícius Figueira - caratê - classificação olímpica - ranking - douglas brose - tóquio 2020

Tóquio 2020

Federação muda regras, Figueira perde vaga, mas vai brigar

Ranking olímpico será reaberto, tirando vaga que havia sido confirmada a Vinicius Figueira. Atleta e CBK prometem resposta

Vinícius Figueira era o primeiro brasileiro do caratê garantido em Tóquio (Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br)

Federação muda regras, Figueira perde vaga, mas vai brigar

A WKF (Federação Internacional de Caratê) anunciou nesta quarta-feira (20) revisões ao sistema de classificação olímpica para Tóquio-2020, devido à pandemia de coronavírus. As mudanças têm influência direta nas vagas brasileiras.

Em março deste ano, a WKF confirmou a vaga de Vinícius Figueira via ranking para os Jogos de Tóquio na categoria até 67 kg. No entanto, o ranking olímpico, que seria encerrado em abril deste ano, será reaberto até maio de 2021 e, consequentemente, as vagas garantidas através do ranking voltam a ficar em aberto.

Em contato com o Olimpíada Todo Dia, Vinícius Figueira se disse contrário à decisão e afirmou que vai “brigar para que isso seja revertido”. “Não acredito que seja certo publicar uma lista com com os atletas classicaficados e depois tirar o direito deles”, disse.

A Confederação Brasileira de Karate (CBK) também se manifestou. “Tal decisão surpreendeu a Confederação Brasileira de Karate-CBK e outras Federações Nacionais, pois em tal processo já tínhamos classificado o atleta Vinicius Figueira, na categoria kumite -67kg”, afirmou, em nota.

“Frente ao exposto, a CBK, através de sua presidência, diretoria técnica, diretoria jurídica e o suporte do Comitê Olímpico do Brasil-COB, estão estudando o caso para tomar as devidas providências junto aos órgãos superiores a fim de garantir a vaga do atleta brasileiro”, acrecentou.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

A WKF, também em nota, explicou que precisou definir os quatro atletas por categoria classificados para Tóquio via ranking, já que a Olimpíada ainda não havia sido adiada e o Pré-Olímpico Mundial de caratê, que seria em maio, estava se aproximando, sendo necessário saber quem estaria apto a competir no evento classificatório.

Quem poderia se beneficiar da notícia seria Douglas Brose, que com a junção das categorias -60 kg e -67 kg, disputava a mesma vaga com Vinícius. Apenas um atleta de cada país por categoria pode ir à Olimpíada.

+Brose muda de categoria e vai ao Pré-Olímpico Mundial

No entanto, o campeão mundial disse ao OTD que a revisão no sistema classificatório para Tóquio não altera a sua situação, já que ele não tem mais chances matemáticas de conseguir a vaga na categoria até 67 kg. Desta forma, Brose mantém os planos de tentar a vaga nos Jogos na categoria até 75 kg via Pré-Olímpico Mundial.

Outras atualizações

O último evento da Premier League ainda valendo para a classificação olímpico seria em Rabat, Marrocos entre 13 e 15 de março. No entanto, ela foi cancelada pelas autoridades locais, uma semana antes da data prevista devido à pandemia de Coronavírus.

Por isso, o prazo de encerramento do ranking olímpico foi estendido de 1º de abril para 6 de abril, de modo que a etapa de Madrid da Premier League substituísse a de Rabat. Mas esta também acabou cancelada.

Agora, a etapa de Rabat de 2021 substituirá a de 2020, valendo pontos para o ranking olímpico. Além disso, o Campeonato Continental da EKF (Federação Europeia de Caratê, na sigla em inglês) que deveria ter ocorrido em Baku (Azerbaijão) na última semana de março e foi cancelado, será substituído pela edição deste mesmo evento em 2021, na Suécia.

Por fim, Pré-Olímpico Mundial, que distribui até três vagas por categoria e que seria disputado entre 8 e 10 de maio deste ano em Paris, na França, foi adiado para o ano que vem, com data ainda a ser definida.

Vale ressaltar que a etapa de Rabat ainda poderá ser substituída por outra da Premier League, desde que aconteça antes do Pré-Olímpico.

Entenda a classificação olímpica no caratê

Vinícius Figueira - Douglas Brose - Caratê - classificação olímpica - Tóquio 2020
(Divulgação)

No caratê, os quatro melhores colocados no ranking olímpico se classificam para os Jogos de Tóquio. Na Olimpíada, as categorias -67 kg e -60 kg se juntam, fazendo com quatro atletas – os dois melhores na 67kg e os dois da -60 kg – se classifiquem através do ranking.

+Entenda mais sobre a classificação olímpica do caratê

Vinícius Figueira, havia confirmado a vice-liderança de sua categoria, a -67 kg, com 360 pontos sobre o terceiro colocado, e o quarto lugar do ranking olímpico. Ele tinha garantindo, assim, a vaga em Tóquio, já que não haveria mais competições antes da Olimpíada.

No total, serão 68 vagas distribuídas (sem contar as vagas dadas ao país sede) entre Ranking, Pré-Olímpico Mundial e desempenho continental. No máximo, serão 10 atletas por categoria.

Mais em Tóquio 2020