Siga o OTD

K2 1000m masculino pré-olímpico de canoagem velocidade

Tóquio 2020

Pré-Olímpico de canoagem velocidade marcado para Curitiba é cancelado

Por causa das restrições para coibir o avanço do covid-19, COPAC decidiu cancelar o Pré-Olímpico de canoagem velocidade que seria disputado em Curitiba

Pré-Olímpico de canoagem velocidade marcado para Curitiba é cancelado

A Confederação Pan-americana de Canoagem – COPAC, decidiu cancelar o Campeonato Pan-americano de canoagem velocidade onde aconteceria Pré-olímpico a do continente americano que seria realizado entre os dias 08 a 11 de abril em Curitiba no Paraná.

Segundo a entidade “dado o fato de que esta área do Brasil instituiu restrições impedindo quaisquer competições esportivas por pelo menos duas semanas, sem garantias de que a situação iria melhorar em um futuro próximo, o COPAC tomou esta difícil decisão”, informa o comunicado da entidade.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Na mesma nota, a COPAC afirma que entrará em contato com todas as Federações em um futuro muito próximo a respeito do processo que será empregado para alocar as cotas olímpicas Continentais para as Américas. O evento iria distribuir 14 vagas para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 e agora a entidade aguarda uma posição da Federação Internacional de Canoagem – ICF, sobre quais serão os métodos de distribuição.

CBCa se pronuncia sobre o cancelamento do evento no Brasil

A Confederação Brasileira de Canoagem – CBCa lamenta o cancelamento do Pré-Olímpico de canoagem velocidade, a entidade estava trabalhando exaustivamente com as autoridades locais de Curitiba para seguir todas as regras sanitárias para que o evento tivesse total segurança na sua realização.

Foram apresentados um protocolo completo que previa regras de distanciamento social, “bolhas” para as equipes afim de evitar contatos, apresentação de exames de PCR entre outras medidas de prevenção.

A CBCa entende a posição da COPAC na decisão de suspender o evento, tendo em vista as mudanças de bandeira no país. Mas acreditava que era possível manter a competição, para isto foi sugerido para a COPAC um adiamento do evento, mas a entidade pan-americana decidiu pelo cancelamento do evento.

O Brasil já tem duas vagas garantidas para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 e teria condições de disputar mais seis cotas. A entidade agora aguarda uma posição de como será a distribuição continental.

Mais em Tóquio 2020