Siga o OTD

Mundial sub-23 de canoagem slalom - coronavírus - canoagem

Canoagem Slalom

AO VIVO: etapa de Pau, na França, da Copa do Mundo

Assista ao último dia da etapa de Pau da Copa do Mundo com Ana Sátila e Felipe Borges competindo na canoa

Ana Sátila é o principal nome brasileiro na canoagem slalom (Washington Alves/COB)

AO VIVO: etapa de Pau, na França, da Copa do Mundo

AO VIVO Etapa de Pau da Copa do Mundo de canoagem slalom

A canoagem slalom do Brasil chega forte para mais uma etapa da Copa do Mundo da modalidade. Pau, na França, vai receber a segunda etapa da competição mundial e quatro brasileiros estarão na disputa: Ana Sátila, Pepê Gonçalves, Felipe Borges e Mathieu Desnos.

Há quase um mês na Europa os atletas da Canoagem Slalom do Brasil estão realizando treinamentos que fazem parte da ação do Time Brasil que levou atletas de diversas modalidades para realizar treinos e competições através da Missão Europa.

O quarteto já competiu na etapa da Tacen, na Eslovênia, há duas semanas e a dupla Ana Sátila e Pepê Gonçalves deram show. Foram três medalhas, um ouro inédito de Ana Sátila pelo C1 (canoa individual), e um bronze pelo K1 (caiaque individual) e o ouro no K1 Extremo para Pepê Gonçalves, modalidade que está sendo cotada para entrar no programa olímpico em Paris-2024.

Além de Pepe e Ana Sátila, Felipe Borges competiu e ficou em 12º lugar pelo C1 (canoa individual), já Mathieu Desnos no K1 garantiu o 17º lugar.

CBCa/Divulgação

Competições na Europa

Há quase um mês na Europa, os atletas da Canoagem Slalom estão realizando treinamentos para participarem de duas provas internacionais, a etapa da Copa do Mundo em Tacen, Eslovênia, e a etapa em Pau, na França. Eles fazem parte da ação do Time Brasil que levou atletas de diversas modalidades para realizar treinos e competições na Europa.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

“A Missão Europa tem um objetivo claro: permitir que o atleta brasileiro consiga treinar com segurança e qualidade após longa inatividade, oferecendo a eles a melhor estrutura possível. E tudo isso respeitando os protocolos de saúde que o momento exige. E com o suporte incondicional das equipes de apoio do COB e das confederações”, disse o vice-presidente do COB, Marco La Porta.

Mais em Canoagem Slalom