Siga o OTD

Federação Internacional de Canoagem atualiza o calendário por causa da pandemia

Coronavírus

Federação atualiza calendário por causa da pandemia

Todos os eventos de canoagem programados até o mês de setembro estão cancelados ou adiados

Federação Internacional de Canoagem atualiza o calendário (facebook/planetcanoe)

Federação atualiza calendário por causa da pandemia

A Federação Internacional de Canoagem – (ICF em inglês), atualizou seu calendário de competições. O conselho da entidade confirmou que todos os seus campeonatos internacionais programados até setembro de 2020 serão cancelados ou adiados por causa da pandemia do novo coronavírus.

O comunicado foi emitido na última quinta-feira (7) e segue as orientações das entidades sanitárias internacionais, que recomendam evitar viagens e aglomeração de pessoas.

No entanto, a ICF decidiu deixar em aberto a possibilidade de sediar alguma competição internacional de canoagem antes do final de 2020, se as condições permitirem. As mudanças estão sendo analisadas e, no dia 30 de maio, será feito uma nova discussão sobre novas alterações no calendário em função das incertezas em torno da pandemia.

A palavra dos atletas

O conselho enfatizou que quaisquer decisões sobre possíveis eventos dependerão das regras e restrições em vigor no país anfitrião e também de três critérios importantes que serão atendidos pelos atletas.

Atletas foram ouvidos e fizeram exigência para o retorno de competições de canoagem no calendário internacional, prejudicado pela pandemia
Atletas foram ouvidos e fizeram exigência para o retorno de competições de canoagem no cenário internacional (Facebook/planetcanoe)

As Federações Nacionais precisarão ter condições de participar dos eventos. Todos os atletas devem ter oportunidades de treinamento suficientes antes da competição. O custo das viagens internacionais deve ser acessível aos participantes.

+ Comissão de Atletas elege Ana Paula Vergutz como presidente

Foi realizado uma pesquisa com mais de 1000 atletas que demonstrou, de maneira esmagadora, o desejo de alguma forma de competição, se possível. No entanto, a saúde e a segurança de todos os participantes têm que permanecer como a prioridade número um.

Atualização no calendário

A Federação Internacional de Canoagem adiou o Campeonato Mundial de Canoagem Slalom Júnior e Sub-23 e também o Mundial de Canoagem Velocidade não-olímpico. Originalmente estabelecidos para o início de julho em Ljubljana, na Eslovênia, e em Szeged, na Hungria, respetivamente, as competições serão realizadas até setembro.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

As Copas do Mundo de Canoagem Slalom, previstas para Pau, na França, e Praga, na República Tcheca, foram remarcadas provisoriamente. Praga foi adiada para outubro, enquanto Pau está olhando datas em outubro ou novembro. Uma revisão da situação dessas competições será realizada no final de maio de 2020.

A última etapa da Copa do Mundo de Canoagem Slalom e os Mundiais não olímpicos da modalidade, previstos para Markkleeberg (ALE), em setembro, devem se tornar a 3ª Etapa da Copa do mundo.

Pandemia também obrigou a ICF a rever os prazos de classificação olímpica da canoagem
Pandemia também obrigou a ICF a rever os prazos de classificação (facebook/planetcanoe)

Classificação

Na Canoagem Slalom o sistema de classificação foi reformulado devido à falta de provas em 2020. O novo período de classificação, de dois anos, abrange eventos nos 18 meses anteriores. O período irá de fevereiro de 2020 a 1º de junho de 2021.

+ Sebastían Cuattrin é o primeiro canoísta no Hall da Fama do COB

No caso do cancelamento motivado pela pandemia de qualquer qualificação olímpica continental em 2021, o ranking mundial publicado em 1º de junho do próximo ano será usado para a qualificação.

O sistema de qualificação atualizado foi enviado ao COI para confirmação e distribuição. Não serão atribuídos pontos no ranking de Canoagem Slalom para o período de meados de fevereiro até o final de dezembro deste ano. A proposta foi endossada pelo conselho.

Mais em Coronavírus