Siga o OTD

Bia Ferreira embaixadora Mundial Júnior boxe

Boxe

Bia Ferreira será embaixadora do Campeonato Mundial Júnior

Campeã mundial se junta à polonesa Elżbieta Wójcik, ao cubano Javier Ibanez e ao cazaque Kamshybek Kunkabayev; torneio será realizado entre 13 a 23 de abril

(facebook/CBBoxe)

Bia Ferreira será embaixadora do Campeonato Mundial Júnior

A brasileira Bia Ferreira ganhou mais um título na já vitoriosa carreira, mas desta vez fora dos ringues. Ela foi anunciada pela Associação Internacional de Boxe (Aiba) como embaixadora do Campeonato Mundial Júnior marcado para ocorrer entre os dias 13 e 23 de abril em Kielce, na Polônia. Além dela, foram chamados três altetas: anfitriã Elżbieta Wójcik, o cubano Javier Ibanez e o cazaque Kamshybek Kunkabayev.

Título, aliás, é o que não falta para a brasileira. E dentro do ringue. É atual campeã mundial e Pan-Americana da categoria até 60 quilos, por exemplo, tendo medalhado em praticamente todas as competições que disputou desde que começou a lutar. Só em 2021 foram dois ouros já, um na Cologne World Cup, Alemanha, em março, e outro no tradicional Torneio Strandja, na Bulgária, um mês antes.

+ Confira Bia Ferreira na edição de janeiro do podcast Pode Contar

Alegria e honra

“Quando eu recebi o convite da Aiba para ser embaixadora do Campeonato Mundial Júnior de boxe, fiquei muito feliz e honrada”, disse Bia Ferreira, de acordo com o site Inside The Games. “É um torneio notável por todos os atletas que competem nele. Aiba, muito obrigado”.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMFACEBOOK E TIKTOK 

Ela acrescentou, ainda, ser muito bom fazer papel de exemplo para os mais jovens, iniciando a carreira. “Esse é o primeiro grande passo para eles. Hoje eles estão participando do Campeonato Mundial Júnior e logo irão fazer parte da elite. Desejo a todos boa sorte, acredito que teremos grandes combates”. Por fim, deu conselhos para os jovens atletas. “Deem o seu melhor, divirtam-se e façam um grande espetáculo para todos e representem bem os seus países. Eu estarei assistindo e torcendo, especialmente para a seleção brasileira”.

Mais em Boxe