Siga o OTD

tomada de tempo velocistas CT Paralímpico

Atletismo

Velocistas passam por tomada de tempo no CT para avaliar preparação

A tomada de tempo para provas de 100 m e 400 m simula uma competição com a presença de árbitros e cronômetros para avaliar o estágio de preparação

Velocistas passam por tomada de tempo no CT para avaliar preparação

Os velocistas que treinam no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, realizaram um treino com tomada de tempo para avaliar os resultados dos trabalhos recentes. Cerca de 20 atletas, incluindo atletas-guias, participaram do exercício realizado na última semana de fevereiro.  

+Jogadoras se dividem entre o vôlei sentado e profissão fora das quadras

A atividade com tomada de tempo simula uma competição. Para isso, contou com a presença de árbitros e cronômetros. Os atletas de diversas classes foram organizados de acordo com suas marcas para que disputassem com quem tem resultados semelhantes, o que se aproxima de uma situação real de disputa. Foram realizadas provas de 100m e 400m. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

“Os atletas estão há muito tempo sem competir. Foi bom mesmo sendo uma pequena competição interna. Já tivemos marcas interessantes. Alguns atletas melhoraram seus tempos nesse período que estamos treinando no CT Paralímpico”, avaliou Fábio Dias, técnico especialista em provas de velocidade do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). 

Prata nos 400m na classe T47 (para amputados de braço) no Mundial de atletismo em Dubai 2019, Thomaz Ruan, 19 anos, é um dos atletas que participaram da tomada de tempo e que ficou feliz com o seu desempenho na simulação de competição.

“Foi muito importante fazer essa tomada, porque nós, atletas, precisamos de ritmo de competição. É diferente de treino. Infelizmente, o calendário deste ano não vai favorecer a gente, então essas simulações de prova são muito importantes, pois acaba sendo outra atmosfera e reflete o que temos treinado ao longo dos dias”, afirmou Thomaz, paulista de Jundiaí e que nasceu com uma má-formação no braço direito.

Na manhã desta terça-feira, 2, alguns atletas do atletismo passarão por testes de velocidade na pista indoor do CT, com tiros de 70m, que também farão parte desse período de avaliações.  

Mais em Atletismo