Siga o OTD

seleção da superliga

Vôlei

Campeão, Minas teve três jogadoras na seleção da Superliga feminina

Macris, Thaisa e Pri Daroit, do campeão Minas, foram escolhidas para seleção da Superliga. Fernanda Garay, Carol, Tandara e Camila Brait completam o time

Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Campeão, Minas teve três jogadoras na seleção da Superliga feminina

Grande campeão da temporada, o Minas teve também o maior número de jogadoras escolhido para a seleção da Superliga de vôlei feminino. A levantadora Macris, a central Thaisa e a ponta Pri Daroit foram as selecionadas. Já Nicola Negro foi eleito o melhor técnico da competição.

Além de fazer parte da seleção da Superliga, Thaisa ganhou os prêmios de MVP e de Craque da Galera. Completam a equipe a ponta Fernanda Garay e a central Carol, do Praia Clube, além da oposta Tandara e a líbero Camila Brait, de Osasco.

“Foi uma temporada incrível. Chegamos em Saquarema com 23 vitórias consecutivas. Aqui abaixamos um pouco o nosso nível de jogo, mas o Dentil/Praia Clube cresceu de produção e vendeu muito caro a nossa conquista. Esse título é muito merecido para todo esse grupo. Quero agradecer a comissão técnica e as jogadoras por toda a dedicação nessa temporada”, disse Nicola Negro.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

A vitória coroou uma grande temporada do Itambé/Minas que também ficou com o título do Campeonato Mineiro e da Copa Brasil. Eleita a melhor jogadora do terceiro jogo da final, Macris destacou a força do conjunto do Itambé/Minas na conquista do título.

“Saímos de momentos difíceis juntas, em grupo, e só assim conseguimos superar as dificuldades. Apesar dos sets ruins, sabíamos que ia ser difícil e sabíamos também que só íamos conseguir em conjunto. A força do grupo, o trabalho do ano inteiro, todo o esforço de hoje, tudo isso foi importante para conseguir essa vitória”, disse Macris.

Pelo lado do Dentil/Praia Clube, a central Walewska lamentou a derrota, mas ressaltou a luta do time de Uberlândia em toda competição.

“Essa final foi fantástica. Encaramos o Minas de frente, uma equipe que teve apenas uma derrota em toda fase classificatória. Jogamos taticamente muito bem, o grupo foi sensacional e lutou o tempo inteiro. Tentamos buscar e reverter o placar, portanto todo o time está de parabéns”, afirmou Walewska.

SELEÇÃO DA SUPERLIGA:

CRAQUE DA GALERA – Thaisa (Itambé/Minas)
MVP – Thaisa (Itambé/Minas)
Levantadora – Macris (Itambé/Minas (MG)) 
Oposta – Tandara (Osasco São Cristóvão Saúde (SP))
Ponteiras – Fernanda Garay (Dentil/Praia Clube) e Pri Daroit (Itambé/Minas)  
Centrais – Thaisa (Itambé/Minas)  e Carol (Dentil/Praia Clube)
Líbero – Camila Brait (Osasco São Cristóvão Saúde (SP))
Treinador – Nicola Negro (Itambé/Minas)
Árbitro – Flávio Campos (SP)

CLASSIFICAÇÃO FINAL:

1º – Itambé/Minas (MG)
2º – Dentil/Praia Clube (MG)
3º – Osasco São Cristóvão Saúde (SP)
4º – Sesi Vôlei Bauru (SP)
5º – Sesc RJ Flamengo (RJ)
6º – São Paulo/Barueri (SP) 
7º – Curitiba Vôlei (PR)
8º – Brasília Vôlei (DF)
9º – Pinheiros (SP)
10º – Fluminense (RJ)
11º – São José dos Pinhais/Aiel (SC)
12º – São Caetano (SP)

Mais em Vôlei