Siga o OTD

Lube Civitanova - Leal - Bruninho - Vôlei Lucarelli

Vôlei

Liga italiana confirma as equipes para a temporada 2020/2021

Liga italiana confirmou as equipes participantes da próxima temporada do vôlei

Leal está na Itália desde 2018 (Divulgação/Lube Civitanova)

Liga italiana confirma as equipes para a temporada 2020/2021

Nesta quinta-feira (23), a Liga italiana de vôlei anunciou as equipes aprovadas para participar da temporada de 2020/2021. Com a situação econômica do Brasil, alguns atletas do país disputaram a temporada na Itália.

No feminino, o Brasil tem cinco representantes na primeira e segunda divisão da Liga Italiana de vôlei. Na elite, Rosamaria, que se destacou na temporada 2019/2020 pelo Perugia, é a nova jogadora do Casalmaggiore e seguirá atuando em solo italiano.

Rosamaria é apresentada pelo Casalmaggiore (Reprodução/volleyballcasalmaggiore.it)

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Após um período de destaque em solo polonês, a ponteira Regiane, de longa passagem pelo Sesc RJ, seguirá defendendo o Perugia em 2020/2021. A terceira brasileira que segue na elite do vôlei da Itália é Samara. A ponteira, que teve passagem por Osasco e está há algumas temporadas no exterior, defenderá o Bergamo.

Na série A2 do vôlei italiano, Lana é um dos reforços para a temporada 2020/2021 do Omag S.G. Consolini Volley. A ponteira de 23 anos, com passagens pelo Pinheiros e pelo Minas, terá sua primeira experiência internacional da carreira.

O Caserta, de Bruna Lemos, enfrenta um problema fora de quadra. A equipe da jogadora brasileira não foi aprovada pelo conselho da liga. Com isso, para que consiga disputar a temporada 2020/2021, o time terá que ter seu recurso aprovado, o que ainda não ocorreu.

Brasil em peso no masculino

Atual campeão da Champions League e do Mundial de Clubes, o Civitanova segue com um brasileiro no elenco. Apesar de ter perdido Bruninho, que atuará no Taubaté, o time italiano segue com Leal em seu elenco. A temporada 2020/2021 marca a estreia em solo italiano de Lucarelli. O ponteiro campeão olímpico em 2016 e com passagens por Minas, Sesi e Taubaté é o reforço do Trentino para os campeonatos desta temporada.

lucarelli trentino italiano contratação
Trentino oficializa Lucarelli (Reprodução/trentinovolley.it)

Além de Leal e Lucarelli, outro brasileiro que segue na Itália é Abouba. O oposto, que esteve nos Jogos Pan-Americanos de Lima-2019, renovou seu contrato com o Calabria e segue na Europa em 2020/2021. Outro que atuará na mesma equipe na próxima temporada é Victor Birigui. Após defender o Sesi na última edição da Superliga brasileira.

Brasileiros na A2

Assim como no feminino, o masculino também terá atletas na série A2. Felipe Banderó defenderá o Castellana na temporada 2020/2021 e tentará ajudar a equipe a voltar para a elite do vôlei italiano. Há quatro temporadas no exterior, o oposto Wagner é reforço do Cuneo.

Outro brasileiro que atuará em solo italiano em 2020/2021 é Gabriel. O atleta assinou contrato com o Siena e defenderá a equipe na serie A2 da Itália.

Mais em Vôlei