Siga o OTD

São Caetano Vôlei Superliga Elite Brasileiro

Vôlei

São Caetano aceita convite e vai disputar elite da Superliga

O São Caetano disputou todas as 25 edições da principal competição nacional e acredita que estar na primeira divisão ajuda na busca por patrocínio

São Caetano terminou a fase de classificação da Superliga 2019/20 na última posição (Osvaldo F./Contrapé)

São Caetano aceita convite e vai disputar elite da Superliga

São Caetano continua na elite do vôlei brasileiro. Nesta segunda-feira (13), o tradicional clube do ABC, que disputou todas as 25 edições da Superliga, divulgou que aceitou o convite da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei) e segue na primeira divisão da principal competição nacional. Na quadra, o time do técnico Fernando Gomes terminou a fase de classificação da edição de 2019/20 na última posição.

+ Novas regras podem levar time de Natália à Champions League

“A Associação Atlética São Caetano foi convidada a participar da Superliga entre as 12 melhores equipes do país, a partir de novembro de 2020 e até abril de 2021, e respondeu à CBV que está viva e vai participar. São 25 anos de Superliga, sai patrocinador, entra parceiro, mas sempre com o apoio da Prefeitura de São Caetano estivemos no vôlei. Mesmo na Liga B íamos continuar. Estamos vivos”, afirmou Marina Miotto, supervisora da equipe.

São Caetano acredita que a presença na elite pode contribuir na procura por um novo patrocinador depois que o São Cristóvão Saúde decidiu não renovar a parceria. Tradicional, o clube do ABC foi campeão brasileiro na temporada 1991/92, antes do surgimento da Superliga. Na época, a competição se chamava Liga Nacional e o time conquistou o título com a nomenclatura Colgate/São Caetano.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

“Disputando a Superliga a equipe tem mais exposição. Fácil nunca é, mas aumenta a chance de conseguir o patrocínio que precisamos. Tem televisão e isso ajuda bastante. Os outros clubes, todos, reconhecem e falam da importância do nosso trabalho no cenário nacional, todo mundo dá os parabéns. Então, o que temos é de conseguir um patrocinador para sermos mais competitivos na Superliga”, disse o técnico Fernando Gomes.

Mais em Vôlei