Siga o OTD

Vôlei

Sesc-RJ estreia com vitória sobre o América Vôlei na Superliga

Com destaque para o ponteiro Maurício Borges, eleito o melhor do jogo, equipe carioca largou com resultado positivo por 3 sets a 0

Sesc-RJ vence o América Vôlei na primeira rodada da Superliga masculina
(Pedro Paraíso/América Vôlei)

O Sesc-RJ estreou com vitória na Superliga masculina de vôlei 2019/2020. Na partida válida pela primeira rodada da competição, o time carioca conseguiu o resultado positivo diante do América Vôlei (MG) na noite deste domingo (10).

Mesmo no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros (MG), casa do adversário, o Sesc-RJ venceu por 3 sets a 0 (25/14, 25/19 e 26/24).

O ponteiro Maurício Borges foi eleito pela comissão técnica do time carioca o melhor em quadra e, por isso, foi premiado com o Troféu VivaVôlei. Já o maior pontuador foi do outro lado da rede. O central Renan foi quem mais marcou pontos na partida: 14 no total, sendo 12 de ataque e dois de saque.

+ classificação, resultados e agenda da competição

“Hoje foi uma estreia e isso sempre gera uma ansiedade, mas a equipe se comportou bem, conseguiu imprimir um ritmo de saque importante e cometeu poucos erros na virada de bola. Começar com o pé direito é sempre importante. Agora vamos crescer degrau a degrau para as próximas partidas”, disse Giovane Gávio, técnico do Sesc-RJ

Ele falou sobre os desfalques da sua equipe na estreia da Superliga masculina. “O Tiago Brendle sentiu a panturrilha e o Tiago Barth vem se recuperando de uma lesão no joelho. Além disso, os atletas estão voltando de uma temporada dura com a seleção brasileira e tenho certeza que ainda podem render mais. O caminho é longo, essa é uma Superliga bem equilibrada e temos que ter muita concentração e aproveitar as oportunidades que temos de vencer”.

+ INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE

“Poderíamos estar melhor”

Pelo lado do América Vôlei, o técnico Henrique Furtado fez uma análise da atuação do grupo mineiro e afirmou que seu time tem muito a melhor para as próximas rodadas.

“Acho que hoje não jogamos um vôlei que poderíamos jogar. Para uma estreia poderíamos estar melhor depois de um Campeonato Mineiro forte, mas faz parte. Os jogadores demonstraram muita vontade. Acertamos, erramos, mas batalhamos muito dentro do jogo. A partir do terceiro set crescemos, mas não foi suficiente para enfrentarmos esse grande adversário que é o Sesc RJ. Agora vamos buscar melhorar para o próximo jogo”, concluiu Furtado.

O América Vôlei volta a jogar pela Superliga masculina na próxima sexta-feira (15), quando irá enfrentar um grande adversário: o Sada Cruzeiro (MG). A partida será às 19h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG), casa da equipe cruzeirense.

Já o Sesc RJ fará sua estreia em casa, diante de sua torcida, no dia seguinte, sábado (16). O confronto será às 21h, contra o Vôlei UM Itapetininga (SP), no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ).

Mais em Vôlei