Siga o OTD

Tiro com Arco

Marcus D’Almeida confirma favoritismo no qualificatório do Brasileiro

Atual vice-campeão mundial ficou bem acima dos rivais na primeira parte do recurso no campeonato que está sendo disputado em Maricá, Rio de Janeiro. No feminino, Ane Marcello foi a melhor

Marcus D'Almeida Campeonato Brasileiro de tiro com arco
Marcus D'Almeida sobrou no qualificatório do Brasileiro (Nilton Brito/NB Photopress)

Deu a lógica no primeiro dia do tiro com arco recurvo do Campeonato Brasileiro que está sendo disputado em Maricá, no Rio de Janeiro. Marcus D’Almeida, atual vice-campeão mundial e representante do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, venceu o qualificatório masculino com boa folga para os outros participantes. O feminino não teve surpresas, já que Ane Marcelle ficou com o primeiro lugar. Ela também competiu na capital japonesa e, no Mundial, conquistou o inédito quarto lugar por equipes ao lado de Ana Machado e Sarah Nikitin.

Marcus D’Almeida, representando o Dispara Brasil, do Rio de Janeiro, somou 683 pontos e foi o melhor dentre os 59 participantes. O segundo colocado foi Bernardo Oliveira, do clube mineiro Arco e Flecha Clube, com 651. Marcelo Filho, outro do Dispara Brasil, ficou em terceiro com 648, o quarto lugar foi ocupado por Daniel Xavier, do Pampulha Iate Clube, de Minas, com 643 pontos, e Matheus Ely, da Arqueiria Gaúcha, ficou em quinto com 635. Os cinco primeiros entram como cabeças de chave na primeira fase eliminatória e, portanto, competem só a partir das oitavas de final. A sequência da competição é nesta quinta-feira (11) e vai até as semifinais. As disputas das medalhas de ouro e bronze estão marcadas para sábado (13).

No feminino, Ane Marcelle, do Dispara Brasil, venceu com 645 pontos, dois a mais da companheira de clube Ana Luiza Caetano. Sarah Nikitin e Ana Machado, ambas do Círculo Militar de São Paulo, vieram a seguir com 635 e 630, respectivamente. Marina Gobbi, do CSP Archery, de São Paulo, ficou em quinto, dentre as 36 participantes, com 629 pontos. Assim como no masculino, o torneio feminino continua nesta quinta-feira com a chave eliminatória, vai até as semifinais e as disputas das medalhas de ouro e bronze são no sábado. O mata-mata começa pela rodada das 32 reunindo somente as oito piores classificadas. As outras 28 já estão nas oitavas de final.

+ Mais relaxado, Marcus D’Almeida se consolida entre os melhores do mundo

Recurvo Equipes

O dia teve, ainda, as competições qualificatórias por equipes no Brasileiro de tiro com arco. No recurvo masculino, o Dispara Brasil, com Marcus D’Almeida, Marcelo Filho e Mateus Almeida, ficou em primeiro com 1950 pontos após as 216 flechas. Em segundo ficou o Pampulha Iate Clube, com Daniel Xavier, Moisés Guimarães e Marcus Eugênio Leão, com 1987 pontos, e, a seguir, com 1875, ficou a Fundação Amazonas Sustentável representada por Drean Braga da Silva, Gustavo dos Santos e Nelson de Moraes. No eliminatório, o Dispara Brasil e o Pampulha Iate Clube entram como cabeças de chave e competem a partir das quartas de final.

O Dispara Brasil foi o primeiro colocado também por equipes feminina no recurvo. Além de Ane Marcelle e Ana Luiza Caetano, o time vencedor foi composto por Natalie de Souza. Elas somaram 1911 pontos nas 216 flechas. O Pampulha Iate Clube, com Gislaine Silveira, Laura Costa e Monica Reis, ficou em segundo com 1623 e, em terceiro, ficou o Arco e Flecha Clube, de Fernanda de Paula Matias, Gabriela Braga e Julia Belini. Elas alcançaram a marca de 1611 pontos. O dia teve, ainda o recurvo por equipes mistas. Todos os mata-matas por equipes serão na sexta-feira (12).

No recurvo por equipes mistas, o Dispara Brasil fez os dois primeiros lugares, com Marcus D’Almenda e Anne Marcelle somando 1328 pontos, e Ana Luiza Caetano e Marcelo Filho marcando 1291. O terceiro lugar ficou com a FAS (Fundação Amazonas Sustentável), que formada por Graziela Paulino dos Santos e Drean Braga da Silva, somou 1249 pontos.

Composto e Barebow

A quinta-feira reservou os classificatórios no arco composto e no barebowl, duas modalidades que não fazem parte do programa olímpico. No composto feminino Alexandra Silva, da Associação dos Arqueiros de Campinas, de São Paulo, ficou em primeiro lugar com 681 pontos, um a mais que Camila Harada, do Goiás Esporte Clube. Em terceiro, com 676, chegou Eiry Nisi, da paranaense Associação Londrinense Tiro com Arco. Ao todo, foram 17 arqueiras na disputa. A próxima fase, eliminatória, começa nesta quinta-feira e vai das oitavas de final até as semis. No sábado sai o pódio. O masculino reuniu 46 atletas e os três primeiros foram Roberval dos Santos, do Círculo Militar de São Paulo com 696 pontos, seguido por Frederico Fogaça, do Goiás Esporte Clube com 688 e por Bruno Brassaroto, da Associação Londrinense Tiro com Arco, também com 688, mas atrás nos critérios de desempate.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

No barebow, a versão básica do recurvo, nove competidoras participaram da primeira fase feminina. Ana Paula Cobesa e Stifani Jacobi, ambas do Fit Archer de Santa Catarina, ficaram em primeiro e segundo lugares, respectivamente, com 537 e 520 pontos. Em terceiro ficou Joyce Alvarenga, da Associação dos Arqueiros de Campinas, com 501. Entre os homens foram 17 competidores e o melhor do qualificatório foi Vanderlei Delgado, do Clube Esperia, com 624 pontos. Andresson dos Santos, do Fit Archer, ficou em segundo com 590 e, em terceiro, ficou José Ricardo Andrade, da Arqueria Imperial, clube do Maranhão, com 574. Os dois torneios continuam nesta quinta. As finais e as disputas dos bronzes serão na manhã de sábado (13). O primeiro dia do Brasileiro de tiro com arco teve, ainda, as disputas por equipes masculina, feminina e mista tanto no composto quando no barebow.

Mais em Tiro com Arco

viagra