Siga o OTD

Tóquio 2020

Brasil perde para a Coreia do Sul e termina Olimpíada com quinto lugar histórico

Mesmo com a derrota por 3 a 0 para a Coreia do Sul, o Brasil encerrou sua participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio com a melhor posição da história na disputa por equipes

Brasil x Coreia do Sul - Tênis de Mesa - Jogos Olímpicos de Tóquio
Wander Roberto/COB

Não deu! Depois de um confronto histórico contra a Sérvia, o Brasil foi eliminado dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Na madrugada desta segunda-feira (2), o time brasileiro foi derrotado pela Coreia do Sul, por 3 jogos a 0, e encerrou sua participação na disputa por equipes masculinas do tênis de mesa com a quinta colocação geral.

Assim como aconteceu na chave de simples com Hugo Calderano, a quinta colocação é histórica para o Brasil. Com o torneio de equipes acontecendo desde Pequim-2008, essa é a primeira vez que o time brasileiro consegue terminar uma edição de Jogos olímpicos dentro do top8.

“A Coréia é uma equipe muito forte, a gente desde o início já sabia que seria difícil, ficamos o jogo todo sob pressão e foi difícil reagir. Eu não consegui colocar a mesma intensidade do individual, meu jogo é muito exigente, tentei, briguei até o fim mas não achei aquele extra que precisa pra ganhar dos melhores do mundo”, comentou Hugo Calderano.

-Confira TUDO que você precisa saber sobre o tênis de mesa nos Jogos Olímpicos de Tóquio

“É difícil terminar a competição com essa derrota, viemos com o sonho e vontade de conquistar uma medalha mas acho que saímos de cabeça erguida porque foi um resultado histórico pra nós. Chegamos entre as 8 melhores equipes do mundo e é uma conquista muito forte. Temos que sair de cabeça erguida, cumprimos nosso papel e nossa missão. Demos nosso melhor para conquistar o melhor resultado possível”, disse Gustavo Tsuboi.

Como foi o confronto

Assim como aconteceu no duelo contra a Sérvia. a série de partidas do tênis de mesa começou com o confronto entre as duplas, com Gustavo Tsuboi e Vitor Ishiy tendo pela frente Sangsu Lee e Youngsik Jeoung. No set de abertura, os coreanos foram melhores no início e abriram 7 a 2. Com a diferença no marcador, Lee e Jeoung mantiveram a virada de bola e fecharam em 11 a 6. 

Na segunda parcial, Sangsu e Youngsik voltaram aproveitando os erros dos brasileiros e abriram 5 a 1. Na frente do placar, os coreanos seguiram controlando o ritmo da partida e fecharam em 11 a 2. 

-Isaquias começa bem jornada para ser o maior do Brasil nos Jogos Olímpicos

No terceiro set, Vitor Ishiy e Gustavo Tsuboi partiram para cima e conseguiram o 3 a 1. Atrás do placar, os coreanos melhoraram, encostaram e viraram o marcador para 6 a 5, forçando a parada no jogo. No retorno para a mesa, Lee e Jeoung abriram margem no placar aproveitando erros dos brasileiros e fizeram 10 a 6. 

COB

Com as costas na parede, Tsuboi e Ishiy conseguiram encostar, fizeram 10 a 8 e forçaram o pedido de tempo. Na volta para a partida, os atletas do Brasil mantiveram o ritmo e empataram em 10 a 10. No “vai a dois”, os coreanos melhoraram, fizeram 12 a 10 e fecharam o duelo em 3 sets a 0.

Hugo Calderano é derrotado em sets diretos

Abrindo sua participação nas quartas de final, Hugo Calderano reencontrou Wonjin Jang, atleta que venceu nas oitavas da chave de simples em Tóquio. No primeiro set, o brasileiro teve vida difícil nos primeiro pontos, mas manteve e o placar chegou empatado em 6 a 6. Neste momento da parcial, Calderano errou uma série de devoluções e viu o adversário virar, abrir e fechar em 11 a 6. 

Miriam Jeske/COB

-A maturidade e representatividade de Rebeca Andrade aos 22 anos

No segundo set, mais uma vez, Hugo Calderano começou melhor e abriu 3 a 1. Contudo, logo em seguida, Jang melhorou e conseguiu a virada para 4 a 3. Na sequência, o coreano seguiu melhor, aproveitou dos erros de Calderano e fechou em 11 a 8, e confirmou 2 a 0 no jogo.

Pressionado pelo placar do duelo, o brasileiro começou a terceira parcial buscando mais o jogo e tendo uma disputa de pontos mais igual com Jang. Desta forma, o placar seguiu equilibrado até a reta final e a definição do vencedor acabou sendo levada para o vai a dois. Nele, Jang aproveitou de dois erros de Calderano, fez 12 a 10 e confirmou a vitória na partida por 3 sets a 0. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Gustavo Tsuboi é superado em cinco sets

No terceiro duelo do dia entre Brasil e Coreia do Sul, Gustavo Tsuboi teve pela frente Youngsik Jeoung. No primeiro set, após conseguir manter a igualdade no começo, Tsuboi viu o adversário abrir vantagem e fechar a parcial com 11 a 6. 

Gustavo Tsuboi foi mais agressivo desde o começo do segundo set. Desta forma, o brasileiro tomou a dianteira do placar e colocou pressão no adversário durante todo o tempo. Assim, a vantagem no marcador foi quase sempre brasileira e a vitória veio por 11 a 8, empatando o jogo em 1 a 1. 

Gaspar Nóbrega/COB

+ RECEBA NOTÍCIAS NO NOSSO CANAL NO TELEGRAM OU PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

Na terceira parcial, o coreano partiu para o ataque logo nos primeiros pontos e abriu 3 a 0. Na sequência, Jeoung continuou atuando de maneira superior e não teve problemas para fechar o set em 11 a 4 e deixou a Coreia do Sul a um set da vaga na semifinal. 

Após uma pausa para atendimento médico ao brasileiro, Tsuboi passou a arriscar mais e mudou o jogo. Buscando a definição mais rápida, o mesatenista do Brasil assumiu o placar e fez 7 a 3. Atrás do marcador, o coreano tentou buscar uma reação mas não conseguiu. Confirmando seus saques, Gustavo fechou o set em 11 a 8.

Na última e decisiva parcial, Jeoung começou atuando de maneira mais agressiva, como aconteceu nos sets em que venceu, e abriu vantagem no marcador, com 7 a 3. Na reta final, os dois atletas passaram a trocar pontos e o coreano fechou em 11 a 7 e confirmou a vitória por 3 jogos a 0.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Tóquio 2020