Siga o OTD

Tênis

Bia perde semifinal em Eastbourne e encerra sequência invicta

Bia Haddad perde para Kvitová na semifinal de Eastbourne e encerra sequência de 12 vitórias seguidas

Bia Haddad perde para tcheca em Eastbourne
Bia Haddad teve grande campanha na grama britânica (Foto: Jimmie48)

Acabou a sequência de vitórias da brasileira Beatriz Haddad Maia. Depois de 12 triunfos e dois títulos seguidos, a tenista brasileira foi derrotada nesta sexta-feira (24) pela tcheca Petra Kvitová por 2 sets a 0 (7/6[5] e 6/4), na semifinal do WTA 500 de Eastbourne. Por outro lado, Fernando Romboli e Rafael Matos se garantiram na final do Challenger de Milão e do ATP 250 de Mallorca, respectivamente.

+ Gui Santos é escolhido pelo Golden State Warriors no Draft da NBA

Foi praticamente uma revanche da tcheca contra a brasileira. As duas tenistas haviam se enfrentado há dez dias, na estreia do WTA 250 de Birmingham, e Bia Haddad levou a melhor em 2 sets a 0. Kvitová veio com muito ânimo para o duelo desta sexta-feira e foi muito firme em todos os pontos. Ela foi praticamente perfeita e não deu chances para a brasileira.

Apesar de ter havido apenas uma quebra em todo o jogo, o duelo durou quase duas horas (1h58min). As duas atletas confirmaram seus serviços com muita dificuldade no primeiro set e a decisão foi para o tie-break. Lá, Kvitová venceu por 7/5. Já na segunda parcial, a tcheca saltou a frente logo no primeiro game e assim permaneceu até o fim, sem ceder break points para Bia, fechando em 6 a 4.

“Primeiramente, preciso parabenizar a Kvitova que me mostrou, mais uma vez, do que as grandes campeãs são feitas. Ela sacou muito bem e foi muito agressiva o jogo todo. Da minha parte, tive um pouco de dificuldade em ler o saque dela. Mesmo já sabendo de algumas tendências de saque, devolvi muito abaixo do que vinha devolvendo e muito abaixo do necessário para pressionar uma jogadora deste nível”, disse Bia, exaltando a adversária.

“Além disso, joguei o primeiro game do segundo set sem tanto capricho e concentração na execução, e a somatória disso com o baixo desempenho na devolução culminaram no resultado. Sigo aprendendo e focada em evoluir para o próximo desafio”, continuou a brasileira.

No geral, Bia venceu 12 partidas consecutivas na grama. Além da semifinal em Eastbourne, a paulistana foi campeã dos WTA 250 de Nottingham e Birmingham, encerrando a preparação para Wimbledon em alta.

“Muito feliz. Não só pelas três semanas na grama até aqui, mas também pela minha evolução ao longo do ano. Consegui jogar em alto nível e sigo saudável. Me sinto pronta para lutar por cada ponto em Wimbledon”, finalizou, já de olho no Grand Slam da grama.

(Foto: facebook/BiaHaddadMaia)

Na final do WTA 500 de Eastbourne, Kvitová enfrentará a letã Jelena Ostapenko (14ª) ou a italiana Camila Giorgi (26ª). A outra semifinal acontece ainda na manhã desta sexta-feira. A final está programada para o sábado (25).

Wimbledon

Bia Haddad entrou em Eastbourne como a 29ª colocada do ranking mundial e deve ganhar duas posições na próxima atualização com a campanha no WTA 500. Kvitová, por sua vez, aparecia na 31ª colocação, aparecendo momentaneamente em 30º por sua ida à final do torneio inglês. As duas serão cabeças de chave em Wimbledon, que este ano não contará pontos para o ranking mundial.

Por falar em Wimbledon, que é o próximo compromisso de Bia Haddad, o sorteio do Grand Slam foi realizado nesta sexta. A brasileira vai estrear contra a eslovena Kaja Juvan (60ª). Em caso de vitória, terá a húngara Dalma Gálfi (89ª) ou a australiana Maddison Inglis (129ª) na rodada seguinte. Kvitová, por sua vez, que é bicampeã de Wimbledon e um dos maiores nomes da grama mundial, vai enfrentar a italiana Jasmine Paolini (72º) na estreia.

+SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Rafael Matos e Fernando Romboli em finais

Se o dia foi ruim para Bia Haddad, foi bom para os duplistas brasileiros. Rafael Matos, junto ao parceiro espanhol David Vega Hernández, avançou à final do ATP 250 de Mallorca após vencer Marcelo Arévalo/Jean-Julien Rojer, cabeças de chave número 1, por 2 sets a 1 (6/4, 3/6 e 10/7). Rafael e David enfrentarão a dupla sul-americana formada pelo uruguaio Ariel Behar e pelo equatoriano Gonzalo Escobar.

Já Fernando Romboli, que joga ao lado do italiano Luciano Darderi, venceu Vladyslav Manafov/Grigoriy Lomakin por 2 sets a 0 (6/2 e 7/6) e avançou à final do Challenger de Milão, na Itália. Cabeças de chave número 4, eles enfrentarão a segunda parceria mais bem ranqueada do torneio, que é formada pelo equatoriano Diego Hidalgo e pelo colombiano Cristian Rodriguez.

Felipe Meligeni também avançou em um Challenger, mas jogando em simples. Ele derrotou o compatriota João Lucas Reis por 2 a 0 (6/4 e 6/2) e chegou na semifinal em Buenos Aires. Cabeça de chave número 2, o brasileiro vai enfrentar o argentino Francisco Comesana na fase seguinte.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Tênis