Siga o OTD

Thiago Monteiro - Thiago Wild - João Menezes - Felipe Meligeni

Tênis

Thiago Monteiro deixa escapar vitória na Suíça e Wild cai em Lyon

Monteiro sacou para o jogo, mas foi superado pelo número 54 do mundo. Wild entrou como lucky loser e perdeu para Monfils

(Instagram/thiagomonteiro94)

Thiago Monteiro deixa escapar vitória na Suíça e Wild cai em Lyon

A terça-feira (18) não foi de bons resultados para o tênis brasileiros nos principais torneios da semana. No ATP 250 de Genebra, na Suíça, o brasileiro Thiago Monteiro deixou escapar a vitória e deu adeus à competição logo na estreia. Já no ATP 250 de Lyon, na França, Thiago Wild entrou como lucky loser na chave principal, mas acabou sendo eliminado na primeira rodada diante do atleta da casa, Gael Monfis. Confira os detalhes abaixo.

+Campeonato Brasileiro Feminino terá terceira divisão a partir de 2022

Thiago Monteiro e Thiago Wild é eliminado

Na estreia do ATP 250 de Genebra, que conta com a volta de Roger Federer ao circuito, Thiago Monteiro esteve muito perto de avançar, mas deixou a chance escapar. Diante do sérvio Laslo Djere, 54º do mundo, ele venceu o primeiro set e sacou para o jogo no terceiro, mas permitiu a reação do adversário, que fechou o jogo em 6/7 (7-9), 6/3 e 7/5.

Esta foi a oitava derrota de Thiago Monteiro nos 17 jogos de primeira rodada que ele disputou na temporada. O melhor resultado neste ano foi a semifinal em Melbourne, na Austrália. Posteriormente, o brasileiro sofreu uma lesão, antes de retornar ao saibro europeu, em que tem uma vitória nos últimos seis confrontos.

Já Thiago Wild não aproveitou a chance depois de ter entrado como lucky loser na chave principal do ATP 250 de Lyon. Ele pegou uma pedreira logo de cara e acabou superado por Gael Monfils, número 14 do mundo, em sets diretos, por 7/5 e 6/4.

Wild havia disputado o quali em Lyon. Ele venceu o convidado local Kyrian Jacquet por 6/1 e 6/4 na estreia, mas perdeu para o sueco Mikael Ymer por 6/4, 4/6 e 6/1, na segunda rodada. Mas ele acabou beneficiado pela desistência do sul-africano Lloyd Harris, que sentiu uma lesão na região lombar.

João Menezes e Felipe Meligeni avançam

Depois de ser eliminado na estreia de simples do Challenger de Biella, na Itália, João Menezes voltou à quadra nesta terça para jogar as duplas com Felipe Meligeni. E desta vez, ele saiu com a vitória. Os brasileiros superaram os fraceses Geoffrey Blancaneaux e Enzo Couacaud, de virada, por 6/7 (4-7), 6/3 e 10/5. Agora, eles voltam à quadra nesta quarta-feira (19), por volta das 10h30 (de Brasília), diante dos norte-americanos Bjorn Fratangelo e Mitchell Krueger, pelas quartas de final.

“No primeiro set estivemos na frente, tivemos set point, saque deles… Aí escapou um pouquinho e o jogo ficou mais difícil. Mas, depois, a partir do segundo, mudamos isso, principalmente devolvemos melhor. E no final saímos com a vitória”, explicou Menezes.

Já no Challenger de Oeiras, em Portugal, Fernando Romboli e o mexicano Miguel Reyes Varela foram eliminados na estreia pelos tchecos Roman Jebavy e Jiri Vesely por 6/3 e 6/4.

ITFs

No ITF M15 de Antalya, na Turquia, Orlando Luz segue com bom desempenho. Depois de parar na semifinal na semana passada, o cabeça de chave um estreou com vitória tranquila sobre o italiano Marco Mania, por 6/1 e 6/0, em apenas 47min.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Nas duplas, Orlandinho e Gabriel Sidney também estrearam com o pé direito, superando, de virada, SAndro Kopp e Mick Veldheer por 2/6, 6/2 e 10/7. Além disso, José Pereira venceu Daniil Glinka por duplo 6/2 e garantiu uma vaga na chave principal.

Já no ITF M15 de Vic, na Espanha, entrentanto, os resultados não foram tão bons. Cabeça de chave um do quali, ele foi eliminado pelo argentino Facundo Juarez, por 6/2 e 6/3. E Mateus Alves também se despediu do torneio, caindo para o russo Yan Bondarevskly por 7/6 (7-5) e 6/3.

Por fim, entre as mulheres, não deu para Júlia Konishi no ITF W15 de Monastir, na Tunísia. Ela foi eliminada logo na primeira rodada pela colombiana Maria Paulina Perez-Garcia por 6/4 e 6/1.

Mais em Tênis