Siga o OTD

Campeonato Brasileiro Feminino A3

Futebol

Campeonato Brasileiro Feminino terá terceira divisão a partir de 2022

Campeonato Brasileiro Feminino do próximo ano contará com divisões A1, A2 e A3, e movimentará 64 clubes

(Lucas Figueiredo/CBF)

Campeonato Brasileiro Feminino terá terceira divisão a partir de 2022

A CBF anunciou nesta terça-feira (18) a criação de uma nova divisão para o Campeonato Brasileiro Feminino: a série A-3. A novidade aumentará o número de equipes participantes nas competições nacionais de futebol feminino, passando de 52 para 64, divididos entre as três séries. 

A criação de uma nova competição é mais um passo no contínuo trabalho de fomento do futebol feminino no Brasil. Assim, a partir de 2022, a modalidade contará com quatro campeonatos adultos: o Brasileiro Feminino A-1, A-2, A-3 e a SuperCopa do Brasil. Além disso, há também as três competições de base: o Brasileiro Feminino Sub-18, o Sub-16 e a Liga de Desenvolvimento Conmebol Sub-16 e Sub-14. 

“Vivemos um momento de muita maturidade das competições adultas femininas, com o aumento da competitividade entre os clubes e uma visibilidade cada dia maior. Permitindo que novas equipes ingressem no circuito nacional de competições, a divisão A-3 ajudará muito no aumento do mercado de trabalho para as atletas, além de incentivar o fortalecimento das categorias de base dos clubes, que ganham um calendário maior e mais estruturado”, destaca Aline Pellegrino, Coordenadora de Competições Femininas da CBF.

Além disso, a nova divisão também modificará o formato de disputa da série A-2 do Brasileiro Feminino. O torneio acompanhará a divisão de elite, que conta desde 2018, com um calendário fixo com 16 equipes disputando o título nacional. 

Formato Democrático

Campeonato Brasileiro Feminino A3
Brasileiro Feminino terá três divisões a partir de 2022 (Divulgação/CBF)

O Campeonato Brasileiro Feminino A-3 contará com um novo critério para a classificação dos clubes. Com um formato democrático, a competição terá representantes de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal. Assim, serão os 27 campeões estaduais, somados aos quatro clubes melhores posicionados no Ranking Nacional de Clubes de Futebol Masculino de 2022 e um clube da federação melhor posicionada no Ranking Nacional de Federações de Futebol Feminino de 2022. 

Caso a equipe campeã estadual na temporada de 2021 já esteja classificada para a disputa do Campeonato Brasileiro Feminino A-1 ou A-2 de 2022, sua substituição se dará seguindo a ordem de classificação final do estadual que originou a vaga. No caso de desistência dos clubes classificados pelo Ranking Nacional de Clubes de Futebol Masculino de 2022, sua substituição se dará seguindo a classificação deste mesmo ranking.

Brasileiro Feminino A-1 e A-2 com calendários fixos

Atualmente com 36 participantes, o Brasileiro Feminino A-2 será remodelado, e passará a contar com 16 clubes em 2022. Na próxima temporada estarão classificados os quatro rebaixados da A-1 e as equipes que se classificarem para as oitavas de final da A-2 (5° ao 16° colocados). Portanto, com a mudança, os times terão um calendário fixo a partir da próxima temporada.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Além disso, a principal competição do calendário de futebol feminino, o Campeonato Brasileiro Feminino A-1 manterá o seu formato competitivo. A elite seguirá com 16 integrantes em 2022, contando com os doze melhores colocados em 2021, além dos quatro clubes promovidos da Série A-2.

Mais em Futebol