Siga o OTD

Marcelo Melo e Jean-Julien Rojer

Tênis

Marcelo Melo e Jean-Julien Rojer se separam após cinco derrotas seguidas

Após serem eliminados cinco vezes seguidas na primeira rodada, Marcelo Melo e Jean-Julien Rojer encerram parceria iniciada em março

Marcelo Melo e Jean-Julien Rojer se separam após cinco derrotas seguidas

O mineiro Marcelo Melo e o holandês Jean-Julien Rojer decidiram pelo fim da parceria iniciada nesta temporada 2021. Após a disputa do ATP 500 de Barcelona, na Espanha, nesta semana, em que pararam pela quinta vez seguida na estreia, os tenistas resolveram que seria melhor para ambos buscar um novo caminho. A dupla jogará um último torneio junta, o Masters 1000 de Madri, entre os dias 2 e 9 de maio, na Espanha.

Melo volta à quadra antes disso, no ATP 250 de Munique, na Alemanha, a partir de segunda-feira (26), em que terá ao seu lado o alemão Mischa Zverev, na sequência da temporada europeia no saibro. E já decidiu, também, com quem disputará o Masters 1000 de Roma, programado para o período de 9 a 16 de maio: formará dupla com o croata Marin Cilic. Enquanto isso, buscará a definição de uma nova parceria para a temporada.

+RECEBA NOTÍCIAS NO NOSSO CANAL NO TELEGRAM OU PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

“Conversamos em Barcelona e chegamos a um acordo que seria melhor para cada um buscar um caminho novo. Tentamos de todas as formas fazer a dupla funcionar. Troquei de lado, o Jean-Julien trocou de lado. Jogamos no saibro, na quadra dura, na coberta. Buscamos de várias maneiras possíveis. Mas, infelizmente, a nossa parceria não casou”, explica Marcelo Melo.

“Às vezes acontece. Por isso, a dupla também é muito difícil nesse aspecto. Tem de achar um parceiro ideal. Por mais que tenhamos semelhança em muita coisa, não deu. Então, seguimos adiante e vou pensar nessas próximas semanas nas opções, em quem seria esse parceiro ideal”, completa.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Melo e Rojer iniciaram a parceria no mês de março, após Marcelo ter jogado os primeiros torneios da temporada, na Austrália, ao lado do romeno Horia Tecau. Foram quatro disputas em quadras duras – ATP 500 de Roterdã, ATP 250 de Doha, ATP 500 de Dubai e Masters 1000 de Miami – e três no saibro – ATP 250 de Cagliari, Masters 1000 de Monte Carlo e ATP 500 de Barcelona. A única vitória veio na primeira rodada em Doha.

No ranking mundial individual de duplas divulgado nesta segunda-feira (19) pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), Melo está em 18º lugar, com 5.490 pontos. Rojer aparece em 27º, com 4.160 pontos.

Mais em Tênis