Siga o OTD

Saltos Ornamentais

Ian Matos não resiste à parada cardíaca e morre no Rio de Janeiro

Atleta de 32 anos que representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2016, Ian Matos, que estava internado desde outubro com uma infecção, faleceu nesta terça

Ian Matos dos saltos ornamentais

Internado desde o dia 30 de outubro na Casa de Saúde São Bento, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, Ian Matos, de 32 anos, atleta dos saltos ornamentais que representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2016, teve uma parada cardíaca nesta terça-feira, não resistiu e faleceu.

A infecção que levou o atleta para a Unidade de Terapia Intensiva do hospital começou na garganta. Posteriormente, a bactéria se alojou no esôfago e, em seguida, no pulmão. Em meados do mês passado, Ian Matos chegou a melhorar, foi tirado dos aparelhos respiratórios e teve contato com a família. A saúde do saltador, no entanto, voltou a piorar e a parada respiratória desta terça colocou fim à vida dele.

+Brasil é ouro na prova por equipes do Festival da Fina

Paraense de Muaná, Ian despontou na modalidade ainda bem jovem quando se destacou no Campeonato Pan-Americano Junior de 2003 e no Campeonato Mundial Junior de 2004. Com o objetivo de desenvolver seu potencial, mudou-se para Brasília. Já na capital federal, o atleta garantiu classificação para os Jogos Sul-Americanos de 2010.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Ele continuou sua trajetória de sucesso garantindo classificação para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011, Toronto 2015 e Lima 2019, além de integrar a seleção brasileira em Campeonatos Mundiais de Esportes Aquáticos, Copas do Mundo, Campeonatos Sul-Americanos e nos Jogos Olímpicos Rio 2016.  Ele era um dos poucos atletas de alto rendimento do país abertamente LGBQTIA+ e lutava por respeito.

Mais em Saltos Ornamentais

viagra