Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

Brasil garante mais dois pódios no Aberto da Eslovênia

Cátia Oliveira e Joyce de Oliveira chegaram às semifinais de suas respectivas categorias e garantiram medalhas

cátia oliveira tênis de mesa jogos paralímpicos tóquio classe 2
Cátia Oliveira, medalhista paralímpica em Tóquio 2020, garantiu medalha no Aberto da Eslovênia (Foto: Arquivo/Takuma Matsushita/CPB)

Depois de garantir pódio com Danielle Rauen e Jennyfer Parinos, o Brasil assegurou mais duas medalhas no Aberto Paralímpico de tênis de mesa nesta quinta-feira (12), com Cátia Oliveira, nas classes 1-2, e com Joyce de Oliveira, na classe 7. Outros atletas e duplas seguem na briga por medalhas no torneio, que vai até sábado (14).

Medalhista do Aberto da França na semana passada, Cátia Oliveira se garantiu na semifinal do torneio individual das classes 1-2 na Eslovênia após vencer a finlandesa Aino Tapola por 3 a 0 (11/5, 11/9 e 12/10) nas quartas. Na classe 4, Joyce de Oliveira ganhou da sérvia Nada Matic por 3 a 1 (11/3, 10/12, 12/10 e 11/5). Elas já têm, no mínimo, um bronze garantido.

+ PARALIMPÍADA TODO DIA

Já Jennyfer Parinos e Danielle Rauen, semifinalistas do torneio individual da classe 10, se juntaram para formar uma parceria no torneio de duplas femininas da classe 20. Sem maiores dificuldades, venceram as espanholas Martinez/Gonzalez em 11/3, 11/2 e 11/5, e agora estão a uma vitória das semifinais.

Cátia Oliveira também se juntou a Marliane Amaral para a disputa da chave de duplas femininas da classe 5. Elas venceram as holandesas Boers/Cobben em 3 sets a 0 (11/6, 11/5 e 11/3) e estão perto da semifinal. Joyce de Oliveira, por sua vez, ao lado da turca Hatice Duman, perdeu para as sul-coreanas An/Yoon por 3 a 0 (13/11, 11/7 e 11/4) na fase de grupos da classe 10.

Torneios individuais e de duplas masculinas

Pelo torneio individual, os dois representantes da classe 7 masculina foram eliminados nas oitavas de final. Israel Stroh perdeu para o tailandês Chalermpong Punpoo num jogaço, por 3 sets a 2 (11/9, 11/3, 7/11, 6/11 e 11/9), enquanto Paulo Salmin foi derrotado de virada pelo polonês Maksym Chudzicki (6/11, 9/11, 11/9, 11/6 e 11/7).

Israel Stroh, do Brasil, destaca confiança para a Paralimpíada e quer homenagear mãe em Tóquio
Israel Stroh caiu em simples, mas segue vivo nas duplas (Foto: Arquivo/Ale Cabral/CPB)

Apesar da derrota em simples, eles ainda disputam o torneio de duplas masculinas. Fazendo a estreia na classe 14, Paulo Salmin e Israel Stroh venceram Trtnik/Eminovic por 3 sets a 0 (11/6, 11/6 e 11/4). Já Aloisio Junior e Conrado Contenssi perderam para os poloneses Czuper/Jakimczuk na classe 4, por 3 a 0 (11/4, 11/1 e 11/3). Na mesma disputa, Guilherme Costa e Iranildo Conceição venceram os italianos Chiarini/Borgato por 3 a 0 (11/6, 11/2 e 11/1).

+ Universo Paralímpico: Dias mágicos Rio 2016, por favor, se multipliquem!

Guilherme Costa parou nas quartas da classe 2. O representante do Brasil chegou a vencer o eslovaco Martin Ludrovsky, por 3 a 1 (11/9, 11/9, 9/11 e 11/9), mas perdeu para o chileno Luis Bustamente por 3 a 2 (11/9, 11/7, 10/12, 9/11 e 11/4) na sequência.

Duplas mistas

Lucas Arabian/Joyce de Oliveira venceram dois jogos e perderam um na fase de grupos da chave de mistas da classe 10, avançando para as quartas de final. Eles ganharam dos coreanos Gyujeong/Hyeon por 3 a 1 (9/11, 11/8, 11/5 e 11/9) e dos japoneses Saito/Kashiwagi por 3 a 0 (11/5, 11/5 e 11/6). A derrota foi para os tailandeses Chaiwut/Jaion, por 3 a 1 (11/7, 9/11, 11/5 e 11/9).

Marliane Amaral, do Brasil, e o norte-americano Jenson van Emburgh também foram às quartas das mistas da classe 7 ao vencerem dois jogos. Primeiro, passaram pelos alemães Bruechle/Mikolaschek por 3 a 1 (11/7, 5/11, 11/9 e 12/10). Depois, derrotaram Sastre/Leonelli por 3 a 2 (11/8, 8/11, 11/5, 6/11 e 11/8).

Guilherme Costa e Cátia Oliveira perderam para os sul-coreanos Kim/Lee por 3 a 2 (11/6, 11/5, 8/11, 9/11 e 11/7) na abertura da classe 4. No entanto, se recuperaram em sequência e venceram Chiarini/Guapi Guzman por 3 a 0 (11/8, 11/8 e 11/6). Assim, também se garantiraam nas quartas de final.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Lucas Carvalho/Danielle Rauen venceram a estreia das mistas na classe 20 contra Bakic/Tepelea por 3 a 2 (9/11, 11/5, 4/11, 11/9 e 11/7). No entanto, perderam os dois jogos seguintes. Primeiro, contra Devos/Szvitacs, por 3 a 0 (11/5, 11/5 e 11/4), e depois contra Cordua/Demir, por 3 a 0 (11/9, 12/10 e 11/9). A dupla brasileira está em terceiro lugar no grupo único e fará mais um jogo nesta sexta.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Paralimpíada Todo Dia