Siga o OTD

Jogos Olímpicos de Inverno

A cem dias dos Jogos, brasileiros retomam treinos e competições

Seis atletas paralímpicos já têm vaga garantida no evento da capital chinesa, sendo cinco no esqui cross-country e uma no snowboard

Aline Rocha brasileiros Jogos Paralímpicos de Inverno de Pequim 2022
Aline Rocha participa de prova durante os Jogos de PyeongChang 2018 (Marcio Rodrigues/CPB)

A 100 dias dos Jogos Paralímpicos de Inverno de Pequim 2022, o Brasil se prepara para retomar a temporada de treinos e competições na neve. Até o momento, os brasileiros têm seis vagas, sendo cinco no esqui cross-country e uma no snowboard, número que já é recorde. A expectativa para a próxima participação brasileira na neve aumenta de acordo com a proximidade dos Jogos chineses. A competição tem início marcado para 4 de março.

Aline Rocha e Cristian Ribera, ambos do esqui cross-country e que participaram dos Jogos de PyeongChang 2018, passarão os próximos três meses finalizando a preparação para os Jogos Paralímpicos de Inverno e disputarão competições importantes como o Campeonato Mundial, agendado para janeiro de 2022. Em novembro e dezembro, os atletas estarão nos Estados Unidos para treinos.

Evolução dos brasileiros

Mais experientes, eles pretendem disputar “de igual para igual” com os atletas de países tradicionais nos esportes de neve. “Estava muito verde em 2018 no esporte, não sabia muita técnica do movimento, caí em todas as provas, mas depois dos Jogos treinei muito, evoluí muito. Tenho certeza de que farei uma participação muito bonita agora em Pequim. A gente não vai deixar a desejar em nada em relação aos atletas que têm neve na porta de casa”, contou Aline Rocha.

“A gente cresceu em todos os aspectos, tecnicamente, fisicamente, nós estamos bem preparados. A gente fez um ano muito bom de treinamento aqui no Brasil, melhoramos quase todos os tempos em comparação ao ano passado. Isso é muito motivador para chegar na neve”, completou Cristian Ribera, autor do melhor resultado do Brasil nos Jogos PyeongChang 2018 – sexto lugar na prova de 15km.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

dos Jogos Paralímpicos de Inverno

O Comitê Organizador do evento estima um aumento de 76% do número de atletas mulheres em relação à última edição dos Jogos de inverno. Ao todo, serão usados oito locais existentes e dois temporários para as competições de neve, incluindo o Ninho de Pássaro, que sediou os Jogos Paralímpicos de Verão de 2008. A última edição dos Jogos de Inverno, PyeongChang 2018, reuniu 567 atletas de 48 países e o Brasil foi representado por três atletas. A estreia do Brasil em Jogos Paralímpicos de Inverno ocorreu em Sochi, na Rússia, em 2014. Na ocasião, a delegação tinha apenas dois atletas.

Mais em Jogos Olímpicos de Inverno