Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

André Brasil segue na busca para retomar a carreira

Nadador foi considerado inelegível para competições paralímpicas há um ano

André Brasil
Nadador é um dos maiores nomes do esporte paralímpico do país (Foto: Divulgação)

Há praticamente um ano, o nadador André Brasil foi surpreendido com a notícia de que havia sido considerado inelegível para a disputa das competições paralímpicas. Desde então, o atleta tem tentado reverter a situação para que possa voltar a participar dos eventos normalmente.

A inegibilidade de André foi divulgada no final de abril do ano passado, após passar pela reclassificação para participar do Open Internacional de Natação e Atletismo, ao qual o nadador foi reprovado por uma banca do Comitê Paralímpico Internacional (IPC).

A reprovação ocorreu por conta de uma mudança nos critérios de classificação dos esportes paralímpicas ocorrida naquele ano. André acabou sendo reprovado na avaliação técnica feita na piscina por conta de uma ” mínima propulsão no tornozelo “.

André Brasil sofreu de poliomielite (Paralisia Infantil), diagnosticada quando tinha apenas dois meses de idade. Em seus 15 anos de carreira, o nadador competiu na classe S10, a mais alta entre as funcionais.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Passado quase um ano desde o início do imbróglio, André ainda não sabe se poderá voltar a competir novamente. Atualmente, o caso está sendo julgado na Alemanha. No entanto, a pandemia causada em decorrência do coronavírus tem prejudicado o andamento das audiências e dificultado ainda mais a situação.  

Recurso na Justiça

“Junto com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), entramos com recurso na justiça alemã. Agora estamos aguardamos os desdobramentos. O processo está parado em função da pandemia, mas estamos em contato constantemente com os advogados para entender os próximos passos”.

O atleta explica ainda que vem recebendo um enorme suporte por parte do CPB nesta luta para tentar voltar a ser elegível.

“Eles estão me ajudado muito. Desde o primeiro segundo em que tudo aconteceu, o Mizael e o CPB se mostraram tão indignados quanto eu e estão me dando total apoio nessa luta”, garantiu.

Com o adiamento dos Jogos Olímpicos para 2021, também por conta do coronavírus, André acabou recebendo um tempo extra para tentar buscar uma nova reviravolta em seu caso e estar novamente habilitado para os torneios antes do início deste evento. Mesmo assim, o nadador prefere manter os pés no chão e não criar expectativas no momento.

“Não estou pensando nisso neste momento, porque temos que vencer algumas batalhas antes. Então prefiro não me iludir com isso agora, nem me decepcionar mais uma vez”, afirmou o atleta, que já competiu em três edições do evento.

Marcas históricas

Detentor de 14 medalhas paralímpicas, 21 em Parapan-Americanos e 32 em campeonatos mundiais, André Brasil é um dos maiores nomes do esporte paralímpico do Brasil. No entanto, o atual sentimento em relação ao esporte acaba por não ser algo positivo.   

“Já senti revolta, indignação, mas hoje a sensação maior é de despeito para com o esporte. Ainda há uma obscuridade enorme e falta de ciência no processo de classificação, que define a vida de um atleta. E isso é muito decepcionante”, avaliou.

Aos 35 anos, André Brasil está longe das competições desde 2018, quando precisou realizar uma intervenção cirúrgica no ombro esquerdo. Dessa forma, o esportista já ficou de fora do ParaPan do Peru e Mundial de Londres no ano passado. Apesar desse longo período distante da água, relata que segue treinando, apesar de não estar com nenhuma competição na mira.

“Tenho tentado treinar pelo menos uma vez ao dia para manter a forma. Porém isso é muito difícil sem um objetivo claro. Mas este ano, ainda tenho alguns compromissos em competições e estou aguardando as novas datas em função do adiamento do calendário deste ano”, completou.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Paralimpíada Todo Dia