Siga o OTD

Natação

Medalhista Paralímpico, André Brasil é considerado inelegível

Nadador brasileiro passou por uma reclassificação nesta quarta-feira (24), que o deixou fora do sistema paralímpico de competição

Divulgação

Medalhista Paralímpico, André Brasil é considerado inelegível

Um dos maiores nomes do esporte Paralímpico brasileiro, André Brasil está impedido de competir. Após passar por uma reclassificação, que é o método do IPC (sigla para Comitê Paralímpico Internacional em inglês) para colocar os atletas nas categorias de acordo com suas deficiências funcionais, o nadador brasileiro, dono de 14 medalhas paralímpicas, foi considerado inelegível para o sistema de competição.

André passou por essa reclassificação pois iria participar do Open Internacional de Natação e Atletismo, que acontece neste fim de semana, no Comitê Paralímpico Brasileiro, em São Paulo. Essa reclassificação internacional é obrigatória e são aprovadas pelo IPC, apesar de que após algumas alterações no último ano as controvérsias a respeito aumentarem. Com o que aconteceu nesta quarta-feira, André Brasil foi considerado um atleta fora do padrão para a sua classe, a S10 que é a mais alta entre as funcionais. Com isso, o representante do Brasil não se enquadra para disputa de competições com deficiência, fazendo com que não possa disputar os torneios paralímpicos.

O Open Internacional seria a volta de André Brasil para as competições, isso porque o atleta passou por uma cirurgia no ombro esquerdo em 2018. O nadador buscava fazer os índices para o Parapan-americano, em Lima, e o Campeonato Mundial de Natação Paralímpico. Por conta da reclassificação confirmada nesta quarta-feira, o brasileiro não poderá, desde de que sua carreira teve início, defender o país em competições deste tipo.

Confira a reação de André Brasil e do CPB nas redes sociais

 

Mais em Natação