Siga o OTD

Mundial de Esportes Aquáticos

Guilherme Costa bate recorde sul-americano nos 800 m livre

Após bronze com recorde sul-americano nos 400 m livre, Guilherme Costa volta a bater marca continental, agora nos 800 m livre

Guilherme Costa cachorrão natação recorde sul-americano 800 m livre Mundial de Esportes Aquáticos Budapeste Hungria
(CBDA)

O brasileiro Guilherme Costa “Cachorrão” voltou a brilhar na natação do Mundial de Esportes Aquáticos. Após conquistar o bronze nos 400 m livre com recorde sul-americano, ele voltou a bater marca continental, desta vez dos 800 m livre, na final da prova nesta terça-feira (21). Guilherme chegou em quinto atrás apenas dos três medalhistas olímpicos, Bobby Finke, dos Estados Unidos, o ucraniano Mykhailo Romanchuk e o italiano Gregorio Paltrinieri, além do alemão Florian Wellbrock. Ainda nesta terça, Felipe França ficou em 8º na final dos 50 m peito e o Brasil foi representado em Budapeste no nado sincronizado e polo aquático.

Guilherme Costa cravou o recorde sul-americano com 7min45s48 na final do Mundial, superando a marca anterior de 7min46s09. Finke, campeão olímpico da prova, e também dos 1500 m, venceu com 7min39s36, seguido por Wellbrock (7min39s63). Romanchuk, prata em Tóquio-2020, fechou o pódio na Hungria com 7min40s05, e Paltrinieri, medalhista de bronze nos Jogos do ano passado, terminou em quarto com 7min41s19. Na outra final com brasileiro no dia, Felipe França ficou em oitavo nos 50m peito cravando 27s42. Os Estados Unidos fizeram dois pódios, com o campeão Nic Fink (26s45) e o terceiro colocado Michael Andrew (26s72). Entre eles chegou o italiano Nicolo Martinenghi (26s48).

Equipe Técnica nado artístico Mundial de Esportes Aquáticos Budapeste Hungria
Final após sete anos no nado artístico (CBDA)

Eliminatórias, nado artístico e polo aquático

Antes das finais, o Brasil esteve presente na natação do Mundial de Esportes Aquáticos em eliminatórias dos 100 m livre masculino, com Marcelo Chierighini e Gabriel Santos, dos 200 m medley masculino com Caio Pumputis e Vinicius Lanza, nos 200 m borboleta feminino com Giovanna Diamante e no revezamento 4 x 100 medley misto. Todos foram eliminados. Já no nado artístico, o Brasil voltou a disputar uma final de Equipe Técnica feminina após sete anos e ficou em 12º lugar. O ouro foi para a China, seguida do Japão e da Itália. No Dueto Livre feminino, Laura Micucci e Anna Giulia Veloso ficaram em 18º na eliminatória e não conseguiram vaga na disputa por medalhas. Por fim, no polo aquático, a seleção masculina estreou com derrota por 14 a 10 para a Geórgia.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Clique para comentar

Você deve estar logado para postar uma comentário Login

Deixe um Comentário

Mais em Mundial de Esportes Aquáticos